Só para assinantesAssine UOL

Enauta (ENAT3) reverte lucro e tem prejuízo de R$ 272 milhões no terceiro trimestre

Enauta (ENAT3) registrou prejuízo líquido de R$ 272 milhões no acumulado do terceiro trimestre de 2023 (3T23), conforme divulgado pela companhia nesta sexta (10).

Com isso, a Enauta reverte os R$ 19 milhões de lucro anotados em igual etapa do ano anterior. O prejuízo bruto da Enauta foi de R$ 164 milhões, ante lucro bruto de R$ 27 milhões registrado no mesmo período de 2022.

Já o Ebitda somado às despesas de exploração - ou Ebitdax - ficou negativo em R$ 103 milhões, ante R$ 50 milhões positivos no 3T22, impactado pela parada de produção e por baixas contábeis.

Outros números da Enauta

A receita líquida da Enauta, por sua vez, caiu 42%, para R$ 96 milhões. Segundo a companhia, essa baixa se dá por:

  • Parada de produção em Atlanta para manutenção do sistema de bombeio submarino;
  • volume de gás natural 46% menor impactado pela sazonalidade do mercado brasileiro;
  • Preços médios de petróleo subiram 11% no trimestre.

As despesas gerais e administrativas da Enauta totalizaram R$ 41 milhões no 3T23, crescimento de 41,4% em relação ao mesmo período de 2022.

Já o resultado financeiro da companhia fechou o terceiro trimestre negativo em R$ 39 milhões, ante resultado positivo de R$ 38 milhões no 3T22.

Por sua vez, a dívida líquida da Enauta no 3T23 chegou a R$ 191 milhões, ante caixa líquido de R$ 1,026 bilhão em dezembro de 2022.

Continua após a publicidade

Desempenho das ações da Enauta

Este material foi elaborado exclusivamente pelo Suno Notícias (sem nenhuma participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo nenhum tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco. Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora