IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Boletim Focus projeta IPCA maior pela 11ª semana seguida

27/02/2023 06h10

O Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (27), mostra um novo aumento nas projeções da inflação, pela 11ª vez consecutiva.

Agora, as expectativas do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para este ano são de 5,9%, conforme as novas projeções do Boletim Focus.

Na semana anterior a projeção para o IPCA neste ano era de 5,89%.

Já a expectativa para o IPCA em 2024 segue em 4,02%. O mercado financeiro agora mantém as projeções de inflação para 2024, após cinco semanas de expectativas cada vez maiores com a inflação em 2024.

Juntamente com isso, o Focus do Banco Central (BC) mostra que as expectativas para a Selic seguem elevadas, estimando juros de 12,75% neste ano e de 10% no ano que vem.

Até então, era consenso que o ano de 2024 não teria juros de dois dígitos, dadas as projeções na casa dos 9% nas semanas anteriores.

Por fim, o Boletim Focus manteve as projeções do dólar para 2023 e mostrou expectativas maiores para o câmbio em 2024.

No Produto Interno Bruto (PIB), as projeções foram aumentadas para 2023 e mantidas para 2024.

Resumo do Boletim Focus

Veja, em detalhes, as projeções mais importantes para 2023 e 2024:

2023

  • IPCA: a projeção subiu para 5,9%
  • PIB: a projeção subiu para 0,84%
  • Dólar: a previsão do câmbio segue em R$ 5,25
  • Taxa Selic: a previsão aumentou para 12,75%
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit caiu para US$ 57,35 bilhões
  • Investimento Estrangeiro Direto: a previsão segue em US$ 80 bilhões
  • Dívida do Setor Público: a previsão caiu para 61,23% PIB

2024

  • IPCA: a projeção segue em 4,02%
  • PIB: a projeção segue em 1,5%
  • Dólar: a previsão do câmbio caiu para R$ 5,30
  • Taxa Selic: a previsão segue em 10%
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit caiu para US$ 54,50 bilhões
  • Investimento Estrangeiro Direto: a previsão segue em US$ 80 bilhões
  • Dívida do Setor Público: a previsão segue em 64% PIB

O Boletim Focus é elaborado semanalmente pelo Banco Central. São utilizadas as projeções dos especialistas das 100 principais instituições ligadas ao mercado financeiro do Brasil para juros, IPCA, câmbio, Selic e outros indicadores.