PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Corretora aposta em ações de empresas menores na Bolsa, as 'small caps'

Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/04/2022 16h30

As "small caps", ações de empresas com menor valor de mercado na Bolsa, são uma ótima aposta, segundo a Guide Investimentos.

A corretora montou uma carteira com dez dessas empresas, com nomes como o da varejista de calçados Arezzo (ARZZ3), da indústria de telecomunicações Intelbras (INTB3), do Banco ABC (ABCB4), da empresa de transmissão e geração de energia Alupar (ALUP11), e da locadora de automóveis, Movida (MOVI3).

O conjunto das empresas classificadas como "small caps" na Bolsa tem mais empresas que o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, e a concentração setorial é menor.

Conforme análise da Guide, mais de 60% do Ibovespa está concentrado em três setores: financeiro (bancos), energia (petróleo) e materiais básicos (siderurgia, mineração, papel e celulose).

Já o conjunto das "small caps" é mais diversificado, mas com alguma predominância de empresas de consumo.

A corretora diz acreditar que o ciclo de aumento da taxa básica de juros, a Selic, está perto de acabar, conforme sinalizou o Banco Central.

"Isso é um dos pontos positivos das small caps neste momento: o vento contra elas está se esgotando", publicou a Guide, em relatório. Outro fator que atrai é que as ações geralmente são mais baratas.

Em março, a carteira de empresas de menor valor da Guide teve alta de 10,4%, enquanto o Ibovespa ficou em 6%.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.