IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Esses fundos imobiliários rendem acima da Selic e pagam na conta todo mês

Fundos imobiliários: veja quais renderam acima da Selic no último ano - ArLawKa AungTun/iStock
Fundos imobiliários: veja quais renderam acima da Selic no último ano Imagem: ArLawKa AungTun/iStock

Gabriela Bulhões

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/06/2023 11h00

Quer receber matérias como essa toda semana no seu e-mail? Assine a newsletter UOL Investimentos.

Investir em fundos de investimento imobiliário (FIIs) é uma forma de garantir uma renda a mais todos os meses. A maior parte desses fundos paga dividendos mensais, como se fosse um aluguel. Esse dinheiro cai direto na sua conta, e é isento do Imposto de Renda.

É importante lembrar que esses investimentos podem variar com o mercado. Foi o que aconteceu no último ano: a Bolsa e outros investimentos de renda variável sofreram em comparação com investimentos da renda fixa. Além disso, rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

Com a perspectiva de queda da Selic no próximo semestre, alguns investidores já estão de olho em investimentos de renda variável, como é o caso dos FIIs. Por isso, eles podem se valorizar nos próximos meses. Além disso, se você reinvestir os dividendos que caem na conta, aproveita os juros compostos, criando o que é chamado de efeito bola de neve nos seus investimentos.

Esses fatores somados a uma frequência nos aportes irão construir um portfólio de investimentos balanceado e rentável, multiplicando o seu patrimônio.
Vitor Alan, assessor de investimentos da Vértua Investimentos

UOL levantou os fundos que mais renderam no último ano. Muitos renderam acima da Selic, ou seja, mais de 13,75% no ano.

Os FIIs que superaram a Selic

Após sofrerem mais em 2022, os FIIs voltam aos holofotes pela valorização das cotas e dividendos pagos aos cotistas. O Ifix, índice que segue os fundos imobiliários, subiu 11,52% no último ano. Dos 220 fundos desse tipo listados na B3, a Bolsa brasileira, apenas 30 superaram a taxa de juros de 13,75% no último ano.

O ranking feito pela Economatica para o UOL classificou os fundos imobiliários com rentabilidade real acima da Selic. Além da valorização das cotas, o pagamento de dividendos também foi considerado no cálculo. O período analisado foi de 26 de junho de 2022 a 26 junho de 2023. O critério de seleção foi ter presença de 100% nos pregões da Bolsa nos últimos 30 dias e pelo menos um ano de atividade.

Os fundos imobiliários podem ser de quatro tipos. Um deles são os fundos de tijolo, que investem em imóveis físicos, como prédios residenciais ou comerciais, galpões, shoppings e outros, e ganham um aluguel de seus locatários. Outro tipo são os de papel, que investem em dívidas do setor imobiliário e ganham com os juros dessas dívidas. O terceiro tipo são os híbridos, que tem os dois tipos de investimentos na carteira. E há ainda os FoFs, ou Funds of Funds: eles investem em outros fundos.

Veja quais fundos renderam acima da Selic:

  1. KNRE11 - Tijolo - 166,38%
  2. VVCO11 - Híbrido - 81,62%
  3. PABY11 - Tijolo - 81,24%
  4. CXTL11 - Tijolo - 77,99%
  5. FIVN11 - Tijolo - 73,68%
  6. HTMX11 - Tijolo - 48,21%
  7. GSFI11- Tijolo - 35,11%
  8. NSLU11 - Tijolo - 28,73%
  9. BBPO11 - Tijolo - 25,31%
  10. XPHT11 - Tijolo - 23,65%
  11. HGFF11 - FoF - 22,70%
  12. HGBS11 - Tijolo - 20,56%
  13. KFOF11 - FoF - 20,52%
  14. PATC11 - Tijolo - 20,44%
  15. RBVA11 - Tijolo - 19,68%
  16. FLMA11 - Tijolo - 18,86%
  17. HSML11 - Tijolo - 18,10%
  18. CRFF11 - FoF - 17,82%
  19. BRCO11- Tijolo - 17,64%
  20. NAVT11 - Híbrido - 17,18%
  21. FIGS11 - Tijolo - 17,02%
  22. RBED11 - Tijolo - 16,94%
  23. TEPP11 - Tijolo - 16,77%
  24. KNRI11 - Tijolo - 15,99%
  25. CXCE11B - Tijolo - 15,77%
  26. NEWL11 - Tijolo - 15,75%
  27. BCIA11 - FoF - 15,71%
  28. LVBI11 - Tijolo - 15,69%
  29. XPLG11 - Tijolo - 15,44%
  30. CXRI11 - FoF - 15,23%

FIIs de tijolo x papel

Os FIIs rendem de duas maneiras: pelo pagamento dos dividendos e pela valorização do próprio ativo. O levantamento considerou a soma desses dois itens.

A previsão de corte na Selic contribuiu para que os os FIIs de tijolo se destacassem mais na carteira do investidor. Tanto que considerando o ranking acima, dos 30 fundos, 23 são de tijolo, 5 são FoFs (fundos que investem em outros fundos), 2 são híbridos. Isso porque o valor das cotas desses fundos estava muito baixo, e acabou se valorizando nos últimos meses.

Já os FIIs de papel tendem a ter um desempenho menor, mas seguem como bons pagadores de dividendos. Dos 10 maiores pagadores de dividendos, oito são desse segmento de recebíveis, segundo a Quantum. Isso porque os fundos de papel possuem características que conseguem repassar mensalmente a correção da inflação ao investidor. Diferente dos fundos de tijolos que dependem do reajuste anual dos contratos de aluguel, segundo João Vítor Freitas, analista da Toro Investimentos.

Como escolher um fundo imobiliário?

Saiba no que o fundo investe. Saiba onde estão localizados os imóveis daquele fundo - se são áreas bem movimentadas ou não - e se ele investe em escritórios, shoppings, hospitais ou outros. Verifique quem é o gestor do fundo. Saiba também quem são os inquilinos ou devedores do fundo - e se eles correm o risco de dar um calote ou não. Tudo isso interfere na performance dos fundos, segundo Vitor Alan.

Analise os riscos. Verifique o risco de mercado, que vai fazer o valor das suas cotas subir ou descer. Entenda também se os imóveis têm risco de vacância, quando os imóveis do fundo não estão ocupados por locatários. Isso diminui o pagamento dos aluguéis para o fundo e, consequentemente, o pagamento dos dividendos para os investidores.

Diversifique sua carteira. Ao investir em FIIs, você amplia a variedade dos seus investimentos. Veja aqui como equilibrar seus investimentos para ter mais retorno e segurança.

Aulão: como sair da poupança com segurança para ganhar mais dinheiro

A poupança é o investimento mais usado pela maioria dos brasileiros. Mas há outras opções que podem ser mais vantajosas e que rendem mais.

Para quem está começando a investir, UOL terá uma série de quatro aulas ao vivo sobre como diversificar sua carteira. A série começa no dia 1° de junho.

O tema será "Como sair da poupança com segurança para ganhar mais dinheiro". Falaremos sobre as opções de investimento que existem, como avaliar o seu perfil para investir de acordo com sua tolerância ao risco, como diversificar sua carteira e como saber se os seus investimentos estão de acordo com os seus planos e sonhos.

Três aulas já estão no ar. O primeiro episódio e fala sobre quais são os principais investimentos existem, como funcionam e quais são seus riscos. Assista à aula completa aqui. Já o segundo episódio mostra como descobrir qual é o seu perfil de investidor para aplicar melhor seu dinheiro, veja aqui. Já a terceira aula fala sobre como montar uma carteira de investimentos e está disponível aqui.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40.

Assinantes do UOL podem reassistir às aulas quantas vezes quiserem. Ao final, os assinantes ainda vão ganhar um guia exclusivo sobre como investir além da poupança. Assine aqui e participe!

A última série do Papo com Especialista foi sobre como ter renda passiva pingando na sua conta com os investimentos. Para saber mais, acesse o especial "Guia de Investimentos para ter Renda Passiva", exclusivo para assinantes.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pela equipe do PagBank Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui. Há ainda conteúdos diários sobre diversos tipos de ativos.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.