Bolsas

Câmbio

EUA cresce a ritmo de 'modesto a moderado', diz Fed

Washington, 13 Abr 2016 (AFP) - A economia dos Estados Unidos cresce a um ritmo de "modesto a moderado" com o fortalecimento do mercado de trabalho e com os gastos dos consumidores em alta moderada - disse o Federal Reserve (Fed) nesta quarta-feira.

Dez dos 12 distritos avaliados pelo Fed reportaram crescimento econômico entre o final de fevereiro e o começo de abril, aponta o chamado Livro Bege do Banco Central americano.

Os salários melhoraram em 11 das 12 regiões. A comunidade empresarial espera que o ritmo de expansão econômica modesta continue, de acordo com este relatório referente ao período entre 22 de fevereiro e 7 de abril. O documento foi publicado a duas semanas do próximo encontro do Comitê de Política Monetária (FOMC).

"A maioria dos distritos disse que o crescimento econômico estava em uma faixa de modesto a moderado e que os agentes consultados esperam que o crescimento permaneça nessa faixa", apontou o Livro Bege.

Não se espera que, em sua reunião convocada para daqui a duas semanas, o FOMC vá modificar as taxas de juros, elevadas em dezembro pela primeira vez em oito anos e que, ainda assim, mantêm-se baixas (entre 0,25 e 0,50%).

Fundamentalmente, o relatório dá aos membros do FOMC bons sinais sobre o mercado de trabalho e a inflação - dois fatores-chave que o Fed deve levar em conta para projetar sua política monetária.

O Livro Bege diz que o mercado de trabalho "continua se fortalecendo" e que o emprego aumentou em todos os distritos, com exceção de Cleveland.

O crescimento dos salários recebeu um leve impulso ao aumentar em 11 distritos. O lento aumento do salário é uma fonte de preocupação para a presidente do Fed, Janet Yellen, porque pode condicionar eventuais ajustes do crédito.

Os gastos dos consumidores, que representam dois terços do PIB americano, aumentaram "modestamente" na maioria das áreas, disse o relatório.

A inflação fraca, que o Fed espera que se oriente para 2%, também teve impulso, acrescentou o documento.

"Em geral, os preços aumentaram modestamente na maioria dos distritos", informou o relatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos