Demissões em massa na construtora saudita Binladen Group

Riade, 2 Mai 2016 (AFP) - A empresa saudita do setor da construção Binladen Group demitiu 77.000 trabalhadores estrangeiros e pode demitir outros 12.000 de nacionalidade saudita devido a dificuldades financeiras, informou nesta segunda-feira um meio de comunicação do reino.

Um porta-voz do grupo, Yaseen Alattas, consultado pela AFP, confirmou a redução de efetivos, mas sem especificar o número de postos envolvidos.

"A dimensão de nosso quadro sempre é proporcional à natureza, ao volume e ao calendário dos projetos de obras", declarou Alattas, afirmando que os trabalhadores demitidos receberam "a totalidade das remunerações estipuladas pela lei".

"Sabemos que a redução do quadro não é fácil para todos", acrescentou.

O Binladen Group se beneficiou durante décadas de grandes contratos públicos, mas atualmente é confrontado pelos ajustes do setor estatal, devido ao desmoronamento dos preços do petróleo.

A empresa também se viu afetada em setembro de 2015 pela morte de 109 pessoas no desabamento de uma grua em obras de ampliação da Grande Mesquita de Meca.

O rei Salman afastou desde então o grupo das novas licitações.

Segundo um funcionário do grupo citado pelo jornal Al-Watan, 77.000 operários do Binladen Group receberam até domingo passado seus vistos de saída do reino.

A fonte disse que a companhia empregava 200.000 estrangeiros em território saudita, em sua maioria egípcios.

Entre "12.000 e 17.000 sauditas em postos de responsabilidade, engenheiros, agentes administrativos ou de controle" podem formar parte de uma próxima onda de demissões, acrescenta o documento.

O Binladen Group é uma empresa familiar fundada em 1931 pelo pai de Osama Bin Laden, líder da rede islamita Al-Qaeda, morto há cinco anos em uma operação americana no Paquistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos