Bolsas

Câmbio

Quase um em quatro americanos tem mais de dois empregos, aponta Fed

Washington, 25 Mai 2016 (AFP) - O nível de vida dos americanos teve uma pequena melhora em 2015, mas um em cada dois cidadãos não pode assumir gastos imprevistos de 400 dólares e quase um quarto dos trabalhadores tem pelo menos dois empregos, revelou uma pesquisa do Federal Reserve (Fed, banco central americano).

"Apesar dos sinais de melhora, 46% (dos americanos) afirmam que teriam problemas para reunir 400 dólares para gastos de urgência e 22% dos trabalhadores fazem malabarismos com dois empregos ou mais", aponta Lael Brainard, da junta de governadores do Fed.

Esse relatório sobre o bem-estar econômico das famílias nos Estados Unidos" é a terceira pesquisa anual do Banco Central, que entrevistou 5.700 pessoas.

Cerca de 69% dos americanos afirmam viver "confortavelmente" ou "corretamente", em comparação a 65% em 2014 e 62% em 2013. Mas 31%, 76 milhões de pessoas, "chegam com dificuldade no final do mês".

Apesar da melhora, considerada "modesta", cada vez há menos otimistas sobre o futuro: 23%, em vez de 29% em 2014, esperam ganhar mais no ano que vem.

Como em 2014, quase um terço não tem poupança, plano de previdência privado, nem contribui para a aposentadoria.

A falta de plano de previdência é particularmente forte entre os negros (60%) e hispânicos (57%).

O relatório afirma que um grande número de famílias, sobretudo aquelas com menos recursos, se sentem "excluídas do progresso econômico".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos