Bolsas

Câmbio

Renzi pede fim da austeridade após vitória do Brexit

Roma, 26 Jun 2016 (AFP) - O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, pediu o fim das políticas de austeridade na União Europeia (UE), como resposta ao vendaval político provocado pela decisão do Reino Unido de romper com o bloco.

"As políticas de austeridade estão tapando o horizonte. Transformaram o futuro em uma ameaça. Reforçaram o medo", escreveu Renzi em uma coluna de opinião publicada pelo jornal Il Sole 24 Ore.

"Sem crescimento, não há trabalho. Sem investimentos, não há amanhã. Sem flexibilidade [orçamentária], não há comunidade", afirma no texto Renzi, que na segunda-feira se reunirá em Berlim com a primeira-ministra alemã, Angela Merkel, e com o presidente francês, François Hollande.

A Itália pede há algum tempo uma flexibilização das regras de responsabilidade orçamentária, defendida pela Alemanha, e uma política de investimentos que propicie o crescimento.

A UE está em crise, "mas não está acabada", embora deva "se renovar", considera Renzi, que propõe impulsar uma política "livre de ressentimentos, de procedimentos [burocráticos] e de miopias".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos