Bolsas

Câmbio

Polícia Federal indicia Lula por corrupção e lavagem de dinheiro

Rio de Janeiro, 26 Ago 2016 (AFP) - A Polícia Federal indiciou nesta sexta-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção e lavagem de dinheiro, como parte da investigação do escândalo da Petrobras.

O informe, ao qual a AFP teve acesso, deverá ser analisado pela promotoria nos próximos 90 dias para decidir se apresenta queixas à justiça.

Lula, de 70 anos e presidente entre 2003 e 2010, é investigado na Operação Lava Jato, na qual grandes empresas privadas subornaram executivos da companhia estatal e políticos em troca de contratos.

A Polícia Federal recomenda que Lula seja acusado pela suposta aquisição de um apartamento e uma fazenda de forma irregular, com a colaboração da empresa OAS, envolvida no esquema de corrupção.

Também foram indiciados Marisa Letícia Lula da Silva, esposa do ex-presidente, por corrupção passiva e lavagem; e três outras pessoas.

Lula já foi acusado por tentativa de obstruir a investigação Lava Jato.

Segundo a polícia, Lula e sua esposa "foram beneficiários de vantagens ilícitas, por parte da OAS, em valores que alcançam R$ 2.430.193,61 referentes as obras de reforma no apartamento 164-A do Edifícios Solaris, bem como no custeio de armazenagem de bem do casal".

O apartamento havia sido comprado pela OEA e remodelado para Lula. As autoridades também estão investigando a mudança de Lula após deixar o cargo.

Se Lula for condenado não poderá concorrer a um terceiro mandato nas eleições de 2018, em meio a uma tempestade política que na próxima semana pode acabar definitivamente com o mandato de sua sucessora, Dilma Rousseff, processada por manipulação das contas públicas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos