EUA: juiz aprova plano de indenizações da VW por veículos adulterados

San Francisco, 25 Out 2016 (AFP) - Um juiz dos Estados Unidos deu nesta terça-feira sua aprovação final à indenização de 14,7 bilhões de dólares oferecida pela Volkswagen (VW) aos donos de automóveis a diesel dotados de um dispositivo que os fazia parecer menos poluentes.

A sentença foi um grande passo para que o gigante alemão possa começar deixar para trás o escândalo e se encaminhar a recompor suas vendas.

O juiz Charles Breyer disse em sua sentença que a proposta da VW compensa "adequadamente e equitativamente" os donos dos veículos.

Os proprietários de cerca de 480.000 automóveis de motores a diesel de dois litros poderão optar por revendê-los à companhia, encerrar seu "leasing" ou solicitar consertos gratuitos. Todos, além disso, receberão até 10.000 dólares à vista.

Além de pagar essas indenizações, a VW criará um fundo de 2,7 bilhões de dólares para danos ambientais e destinará 2 bilhões para promover as "emissões zero" dos automóveis nos Estados Unidos.

A decisão do juiz servirá para reanimar a VW após o escândalo que fez suas vendas despencarem e a obrigou a reservar bilhões de dólares para enfrentar os processos judiciais.

A empresa deve ainda conseguir outro acordo diferente que abrange 80.000 veículos VW, Audi e Porsche cujos motores de 3 litros também tinham esse dispositivo.

"É um rito importante em nosso caminho para fazer as coisas corretamente nos Estados Unidos e valorizamos os esforços de todas as partes envolvidas no processo", disse sobre o acordo Hinrich Woebcken, presidente da VW América em declaração.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos