Bolsas

Câmbio

Kuczynski prefere que corredor bioceânico Brasil-Peru passe pela Bolívia

Sucre, 4 Nov 2016 (AFP) - O presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski apoia o projeto para que um trem bioceânico que ligará Brasil e Peru deve passar por território boliviano, segundo manifestou em sua chegada, nesta sexta-feira, em Sucre, para participar de um encontro bilateral.

"A meu ver, como eu disse na China há pouco tempo, (a ferrovia) deveria passar pela Bolívia, em de pela selva brasileira", disse.

Junto com seu colega anfitrião Evo Morales, Kuczynski participará de um encontro bilateral de um dia. "Vamos conversar de vários temas de acordos passados que devemos ativar e acordos novos como, por exemplo, o corredor bioceânico".

Morales destacou no Twitter a presença de Kuczynski na Bolívia "para continuar construindo a unidade de nossos povos".

O corredor ferroviário Peru-Bolívia-Brasil destina-se a unir portos no sul do Peru, no Oceano Pacífico, ao Porto de Santos, através da Bolívia.

Um traçado inicial projetado pela China, que se ofereceu para o financiamento, não contempla a passagem pela Bolívia.

No mês passado, após visitar a China, Kuczynski pediu que o projeto de trem bioceânico Peru-Brasil seja avaliado com maior profundidade. Dos 60 bilhões de dólares de financiamento necessários, 35 bilhões devem ser cobertos pelo Peru.

A Bolívia garante que a ferrovia custaria apenas 10 bilhões caso passe por seu território.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos