Petróleo cai por perda de otimismo com Opep

Nova York, 6 dez 2016 (AFP) - O petróleo encerrou em queda, nesta terça-feira (6), em um mercado preocupado com o atual nível de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e com sua capacidade para estimular outros produtores a reduzir a oferta.

O barril do "light sweet crude" (WTI) para entrega em janeiro perdeu 86 centavos, a US$ 50,93, no mercado de Nova York.

Em Londres, o barril de Brent para fevereiro perdeu US$ 1,01, nos US$ 53,93.

"A Opep não baixará sua produção antes de 1º de janeiro, e há muitos informes que indicam que vinha produzindo em níveis recordes nas últimas semanas", comentou Bob Yawger, da Mizuho Securities.

Na última quinta-feira (1º), o cartel prometeu reduzir sua oferta, a partir de janeiro próximo, em 1,2 milhão de barris. Muito esperado pelo mercado, esse anúncio alavancou os preços em quase 15%.

Em curto prazo, porém, a produção está crescendo em países africanos do cartel e aumentou para 34,2 milhões de barris diários em novembro, segundo um informe da agência de notícias Bloomberg.

Mesmo assim, o mercado é cético sobre se a Opep conseguirá convencer, neste sábado, em Viena, países de fora do cartel a se somar à redução da produção.

A Rússia disse estar disposta a produzir menos, mas essa determinação se ameniza, porque sua produção atual está nos níveis mais altos dos últimos 25 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos