Bolsas

Câmbio

Laboratório Teva pagará multa por subornos

Washington, 22 dez 2016 (AFP) - O laboratório israelense medicamentos genéricos Teva pagará uma multa de 519 milhões de dólares para encerrar os processos nos Estados Unidos por subornos pagos no México, na Rússia e na Ucrânia, informou o Departamento de Justiça americano nesta quinta-feira.

"Teva e suas subsidiárias pagaram milhões de dólares em subornos a funcionários oficiais em vários países, e intencionalmente deixaram de implementar um sistema interno de controle que impediria os subornos", afirmou em nota Leslie Caldwell, a procuradora-geral adjunta.

De acordo com os documentos, no caso do México o laboratório admitiu que sua subsidiária local permitiu o pagamento de subornos, a médicos empregados pelo governo pelo menos desde 2005.

As autoridades americanas acrescentaram que a subsidiária Teva Rússia "pagou subornos a funcionários governamentais de alto nível do governo russo para influenciá-los a usarem sua autoridade e aumentar as vendas de seu remédio contra esclerose múltipla, o Copaxone".

A empresa também admitiu ter pago subornos a um alto funcionário do ministério da Saúde da Ucrânia responsável pela autorização ao registro dos medicamentos do Teva.

Para encerrar os casos por esses subornos, a empresa concordou em pagar uma multa de 283 milhões de dólares e uma restituição de 236, elevando o total das multas a 519 milhões de dólares, informou o Departamento de Justiça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos