Bolsas

Câmbio

Fed: EUA seguem crescendo e empresas estão otimistas

Washington, 18 Jan 2017 (AFP) - A economia dos Estados Unidos continua crescendo e enfrenta uma demanda de mão de obra qualificada e pressões de aumento dos preços, em um contexto de otimismo empresarial, revelou nesta quarta-feira o Federal Reserve (Fed), Banco Central americano.

"Firmas e indústrias de todo o país disseram estar otimistas sobre o crescimento em 2017", apontou o Livro Bege do Fed.

Esse otimismo pode ser um sinal de que as companhias americanas estão esperando os cortes de impostos e o aumento de gasto público prometidos pelo presidente eleito Donald Trump, que assumirá nesta sexta-feira.

A maioria dos 12 distritos do Fed relatou um endurecimento do mercado de trabalho, incluindo dificuldades com empregos qualificados e aumentos salariais. A pressão sobre os preços se intensificou desde novembro.

Melhores salários e empregos são normalmente uma boa notícia em meio à lenta recuperação econômica desde a recessão de 2008-09. No entanto, isso pode também alimentar a inflação, o que obrigaria a um novo aumento dos juros.

O Livro Bege, chamado assim pela cor da sua capa, recolhe a informação nacional necessária para preparar a reunião de política monetária de dois dias que o Fed fará dia 31 de janeiro.

Os membros disseram esperar que neste ano haja três aumentos dos juros devido às expectativas inflacionárias e à possibilidade de que o governo de Trump aplique um programa de incentivos econômicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos