Bolsas

Câmbio

Primeira delegação econômica cubana visita EUA de Trump

Havana, 22 Jan 2017 (AFP) - A primeira delegação oficial cubana que visita Estados Unidos sob a presidência de Donald Trump iniciou os intercâmbios "sobre as oportunidades de negócios e investimentos estrangeiros na ilha", informou o jornal oficial cubano Granma.

Segundo a edição digital deste domingo, "os principais objetivos são promover as potencialidades existentes no setor marítimo-portuário cubano, em particular, com o novo porto de águas profundas na Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel (ZEDM)", a 50 km a oeste de Havana.

A visita foi acordada com o governo de Barack Obama e acontece em meio a uma forte expectativa sobre o rumo que Trump dará às relações bilaterais. Cuba já avisou que não aceitará condicionantes nem pressões.

O grupo é integrado por Ana Teresa Igarza, Diretora da ZEDM; José Sosa, diretor-adjunto do Terminal de Contêineres de Mariel; Eradis González, presidente da Armazens Universais S.A.; René R. Fernández, diretor de Transporte Marítimo e Fluvial do Ministério do Transporte e outros funcionários do governo.

Segundo o Granma, entre as atividades estão previstas visitas a seis portos americanos e assinatura de Memorandos de Entendimento entre a Administração Portuária Nacional de Cuba e portos da Flórida e do Alabama.

Além disso, estão programados encontros com diretores da Câmara de Comércio dos Estados Unidos e a Associação Americana de Autoridades Portuárias, com congressistas, com autoridades estaduais e com empresários norte-americanos de diversos setores, acrescentou o jornal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos