Bolsas

Câmbio

Wall Street recupera entusiasmo estimulada por Trump

Nova York, 24 Jan 2017 (AFP) - Wall Street encerrou o pregão desta terça-feira (24) com sólidos ganhos, em um mercado aparentemente confiante de que o presidente Donald Trump aplicará estímulos à economia dos Estados Unidos.

O índice Nasdaq subiu 0,86% para inéditos 5.600,96 pontos, e o S&P 500 avançou 0,66% nas 2.280,07 unidades, valor jamais alcançado.

O índice industrial Dow Jones subiu 0,57% e ficou nos 19.912,71 pontos, ou seja, a um triz de cruzar pela primeira vez a história marca dos 20.000 pontos.

"O mercado gosta do que Donald Trump faz. Toma decisões. Faz coisas que estavam há meses ou anos em segundo plano", disse Sam Stovall da empresa CFRA.

Nesta terça-feira, Trump trouxe à tona projetos de construção de oleodutos cancelados pela administração Obama por questões ambientais.

Antes de anunciar esta decisão, o presidente americano confirmou a fabricantes de automóveis sua vontade de reduzir impostos e aliviar regulamentações, principalmente no que se refere ao meio ambiente.

Este estímulo mostrado pela Casa Branca aliviou o tom protecionista assumido na segunda-feira (23), quando Trump assinou a saída dos Estados Unidos do Acordo de Associação Transpacífico (TPP).

Às 21H20 GMT (19H20 de Brasília), o rendimento do bônus do Tesouro a 10 anos subia a 2,457% contra 2,402% de segunda-feira, e o bônus a 30 anos era cotado a 3,044%, contra 2,990%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos