ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

EUA critica UE por represálias tarifárias

26/06/2018 23h50

Washington, 27 Jun 2018 (AFP) - O governo dos Estados Unidos criticou severamente nesta terça-feira a União Europeia por suas represálias tarifárias, e denunciou o uso "hipócrita" e "distorcido" das regras da OMC por parte dos "europeus e dos que os seguem", como a China.

Em comunicado emitido na noite desta terça-feira, o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, declarou que "a União Europeia utiliza uma teoria legal infundada" para justificar a introdução de tarifas em resposta à taxação americana sobre as importações de aço.

O funcionário acusou a "UE e outros", incluindo a China, de "distorcer as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) para que signifiquem o que eles querem, quando eles querem".

Com suas últimas taxas, UE e China "ignoram as regras da OMC como lhes convêm", assinalou Lighthizer.

A administração americana acredita que as medidas de represália de seus sócios comerciais são injustificadas porque os Estados Unidos têm o direito unilateral de proteger sua indústria do aço "em nome da segurança nacional", escreveu o funcionário.

Lighthizer advertiu que "diante destas tarifas injustificadas, os Estados Unidos adotarão todas as medidas necessárias (...) para proteger seus interesses".

O presidente Donald Trump recentemente ameaçou taxar as importações de automóveis da Europa e advertiu que poderá impor tarifas sobre 400 bilhões de dólares de produtos da China.

Após Washington introduzir tarifas sobre as importações de aço (25%) e de alumínio (10%), os europeus reagiram taxando 3,2 bilhões de dólares em produtos americanos.

Em seu comunicado, Lighthizer denunciou as represálias europeias como "concebidas para castigar as empresas americanas e seus trabalhadores".

Mais Economia