PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Trump diz que rei saudita concordou em aumentar produção de petróleo

30/06/2018 11h24

Washington, 30 Jun 2018 (AFP) - O presidente americano Donald Trump disse neste sábado (30), no Twitter, que o rei Salman, da Arábia Saudita, concordou com seu pedido de intensificar a produção de petróleo.

"Acabei de falar com o rei Salman, da Arábia Saudita, e expliquei para ele que, por causa das turbulências e disfunções no Irã e na Venezuela, peço a ele que a Arábia Saudita amplie sua produção de petróleo, talvez até 2.000.000 barris, para compensar a diferença", anunciou Trump em um tuíte

"Preços altos demais! Ele concordou".

Trump atacou diversas vezes a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) no Twitter nos últimos meses, lançando mais pressão para Riade, um importante aliado, aumentar a produção. Ele espera que o preço dos combustíveis esteja mais baixo à época das eleições de meio de mandato para o Congresso americano, em novembro.

Seus últimos comentários foram feitos uma semana depois de os integrantes da Opep concordarem em ampliar a produção em julho. A Rússia, parceira da Opep, também apoiou a decisão.

A agência oficial de notícias saudita disse no sábado que o telefonema foi uma iniciativa do presidente dos Estados Unidos e que ambos os líderes mencionaram "a necessidade de se fazer esforços para preservar a estabilidade do mercado de petróleo e o crescimento da economia mundial".

Os dois líderes também comentaram "os esforços dos países produtores para cobrir eventuais deficiências no fornecimento", segundo a fonte saudita.

Foi anunciado um aumento da produção de cerca de 1 milhão de barris ao dia a partir de julho.

"Acho que vai contribuir significativamente para atender à demanda adicional", disse o ministro saudita de Energia, Khalid al-Faleh.

A Arábia Saudita estava produzindo mais de 9,9 milhões de barris por dia em maio, segundo a Opep, citando fontes secundárias.