PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Fim de tarifas de aço e alumínio no novo Nafta beneficiaria EUA, diz ministro

21/02/2019 16h16

Washington, 21 Fev 2019 (AFP) - Eliminar as tarifas aduaneiras sobre o aço e o alumínio beneficiaria os Estados Unidos, o México e o Canadá, disse nesta quinta-feira o secretário de Agricultura americano, Sonny Perdue, que se mostrou otimista de isso acontecer "o quanto antes".

Apesar de não estar encarregado do tema, Perdue disse que a expectativa do setor é que as tarifas sejam resolvidas no novo acordo do tratado de livre-comércio entre os três países norte-americanos, o T-MEC (na sigla em espanhol). "Estamos trabalhando para este fim", afirmou.

O presidente Donald Trump impôs tarifas sobre as importações de aço e alumínio no ano passado, com a justificativa de que era importante para a segurança nacional proteger a indústria local da concorrência estrangeira que considera injusta.

Mas isso provocou represálias imediatas de muitos países, inclusive Canadá e México, que afetaram duramente o setor agrícola americano.

Perdue reconheceu suas diferenças com Trump ao dizer à imprensa que o presidente "escuta", mas "tem uma opinião diferente em relação ao benefício das tarifas".

O secretário afirmou esperar que o novo acordo inclua a eliminação dessas tarifas. "Não estamos encarregados, (mas) reconhecemos que é nosso maior interesse que isso aconteça", afirmou.

Em um fórum de agricultura, Perdue concordou com seus pares de Canadá e México, Lawrence MacAulay e Víctor Villalobos Arámbula.

Em sintonia, o ministro canadense deixou clara sua postura: "Necessitamos que sejam eliminadas as tarifas sobre o aço e o alumínio".

hs/dg/mls/gma/ll/cc