PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Novo presidente do Banco Mundial diz ser urgente reduzir a pobreza

09/04/2019 19h03

Washington, 9 Abr 2019 (AFP) - O novo presidente do Banco Mundial, David Malpass, passou nesta terça-feira seu primeiro dia à frente da entidade financeira reforçando que o assunto mais urgente a ser enfrentado pela instituição é o combate à pobreza.

Malpass, que chegou ao BM após ser candidato único ao posto e precedido por uma reputação negativa após suas críticas à instituição, mostrou um novo estado de espírito e afirmou que sua primeira prioridade é falar com sua equipe.

A "missão clara e o enfoque" principal do BM é o "alívio e a eliminação da pobreza extrema" e o impulso para uma "prosperidade compartilhada", disse a um pequeno grupo de jornalistas.

"A missão do banco é urgente", afirmou. "Ainda há 700 milhões de pessoas na extrema pobreza. E 700 milhões é demais", afirmou.

Outra mudança surpreendente - considerando que Malpass é um companheiro leal do presidente americano, Donald Trump - foi seu reconhecimento de que a mudança climática representa um problema para a organização, já que impacta a pobreza dos países em desenvolvimento.

Malpass também citou sua preocupação com a desaceleração do crescimento global, um fator importante para cumprir as metas de "pobreza e prosperidade compartilhada".

Malpass tornou-se uma figura controversa depois de criticar, em 2017, as instituições internacionais, que ele chamou de "não muito eficiente" e "frequentemente corruptas em suas práticas de crédito".

Em uma carta aberta aos funcionários do Banco, Malpass disse na semana passada que a missão da entidade era "mais urgente do que nunca", acrescentando que tinha "escutado atentamente" o que aconteceu nos últimos encontros com funcionários, membros da direção e outras partes.

hs/ft-an/dga/ll/cc

PUBLICIDADE