Topo

Airbnb quer se lançar na bolsa em 2020

Getty Images
Imagem: Getty Images

Em Nova York (EUA)

19/09/2019 15h58

A plataforma Airbnb, que revolucionou o aluguel de imóveis para turistas, anunciou nesta quinta-feira sua intenção de ser lançada na bolsa em 2020, sem dar mais detalhes.

Fundado em 2008, o Airbnb é uma empresa "unicórnio" - termo usado para desginar empresas tecnológicas avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares - e seu lançamento no mercado se dará em um contexto difícil para essas companhias.

As empresas de aluguel de carro com motoristas Lyft e Uber, que estrearam no mercado de ações em março e maio, respectivamente, viram seus papéis despencarem. Desde sua chegada a Wall Street, as ações de ambos grupos caíram cerca de 24%.

Em geral, os mercados questionam o modelo econômico dessas companhias, que tiveram prejuízo desde sua criação.

Sediada em São Francisco, o Airbnb oferece "mais de 6 milhões de locais exclusivos em quase 100.000 cidades e 191 países" em todo o mundo, segundo o site da empresa, cofundada e dirigida por Brian Chesky.

A plataforma procurou diversificar-se nos últimos anos, iniciando a reserva de restaurantes e disponibilizando "experiências" para seus usuários, com terceiros oferecendo atividades pagas.

Economia