PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Wall Street fecha em baixa em uma semana volátil

21/05/2020 18h32

Nova York, 21 Mai 2020 (AFP) - A bolsa de Nova York fechou em baixa nesta quinta-feira (21), prosseguindo uma semana volátil em um mercado que observa novas tensões entre Estados Unidos e China, ao mesmo tempo em que a maior economia mundial retoma as atividades.

O índice principal Dow Jones perdeu 0,47% a 24.474,12 pontos e o tecnológico Nasdaq, 0,97% a 9.284,88 pontos.

Enquanto isso, o S&P 500 das maiores empresas negociadas em bolsa recuou 0,78%, a 2.948,51 unidades.

A bolsa de Nova York literalmente teve altos e baixos a cada dia da semana, em meio a uma forte volatilidade.

"Os investidores querem saber qual é o próximo catalisador", explicou Art Hogan, da National, que destacou que o recrudescimento das tensões entre China e Estados Unidos pesa muito sobre o mercado.

A China advertiu na quinta que tomaria "medidas de retorção" se o Congresso americano adotar sanções contra Pequim por sua suposta responsabilidade na pandemia da COVID-19.

Em Washington, os senadores republicanos apresentaram um projeto de lei que daria ao presidente Donald Trump o poder de impor sanções à China se Pequim não fornecer um "relatório completo" sobre a pandemia.

A doença surgiu no final de 2019 em Wuhan, epicentro da pandemia na China, que acabou sendo posta em quarentena a partir de 23 de janeiro por um período de dois meses e meio.

Enquanto isso, a pandemia se espalhou pelo resto do mundo, contaminando mais de 5 milhões de pessoas, das quais quase 330.000 morreram.

Alguns indicadores publicados nesta quinta confirmaram que a maior economia do mundo continua sendo fortemente impactada pelo novo coronavírus.

Os Estados Unidos alcançaram na quinta-feira os 38,6 milhões de pedidos de auxílio-desemprego desde meados de março pela pandemia.

O Departamento do Trabalho informou que outros 2,43 milhões de pessoas recorreram ao seguro na semana de 10 a 16 de maio, elevando a um número sem precedentes o total de desempregados no país nas últimas nove semanas, devido à paralisação das atividades para conter os contágios da COVID-19.

dho/vog/lth/mr/yow/mvv