PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

As principais verificações da semana da AFP

26/06/2020 15h31

Rio de Janeiro, 26 Jun 2020 (AFP) - Veja a seguir a seleção das principais verificações da AFP nesta semana:

1 - LULA SOLICITA AUTORIZAÇÃO DO STF PARA PASSAR LUA DE MEL EM DUBAI

Publicações amplamente compartilhadas em redes sociais desde meados de junho asseguram que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) solicitou autorização ao Supremo Tribunal Federal (STF) para passar lua de mel com sua noiva em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. No entanto, nenhuma solicitação do tipo foi apresentada pelo ex-mandatário à corte. Lula não precisa, ainda, de autorização judicial para sair do país.

http://u.afp.com/LulaDubai

2 - MAIA DIZ QUE FUNDO ELEITORAL É MAIS IMPORTANTE QUE A VIDA DE BRASILEIROS

A captura de tela de um tuíte no qual o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), supostamente se posiciona contra a transferência de recursos do chamado Fundo Eleitoral, mesmo que isso "custe a vida de alguns brasileiros", foi amplamente compartilhada em redes sociais em junho deste ano. A mensagem foi publicada, contudo, por uma conta falsa. Maia já afirmou, inclusive, que o fundo poderia ser utilizado para combater a pandemia de COVID-19.

http://u.afp.com/MaiaFundo

3 - SOROS DISSE A JORNAL ALEMÃO QUE FINANCIARIA "GRUPOS DE ÓDIO NEGRO" PARA DESTRUIR OS EUA

Publicações amplamente compartilhadas em redes sociais em meio aos protestos desencadeados pelo assassinato de George Floyd, no final de maio, nos Estados Unidos, asseguram que o bilionário George Soros disse ao jornal alemão Bild em 2014 que iria "derrubar os Estados Unidos financiando grupos de ódio negro". No entanto, Soros nunca disse isso ao Bild, nem a nenhum outro veículo, e a organização que fundou nega ter relação com estas manifestações.

http://u.afp.com/SorosBild

4 - PASTOR CONDENADO À MORTE NA SÍRIA POR PREGAR O EVANGELHO?

A história, compartilhada mais de 60 mil vezes em redes sociais, é impactante: um pastor cristão foi condenado à morte na Síria e duas fotos provam como enfrentou a forca com um sorriso, por saber que estava "chegando a hora de se encontrar com Cristo". Mas é falsa. O homem que sorri antes de morrer é, na verdade, um iraniano condenado por ter assassinado um juiz.

http://u.afp.com/pastorForca