PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Índia detecta 700 toneladas de nitrato de amônio bloqueadas em um porto desde 2015

07/08/2020 10h28

Nova Délhi, 7 Ago 2020 (AFP) - Cerca de 700 toneladas de nitrato de amônio, a substância química considerada responsável pela explosão que devastou Beirute na terça-feira, estão bloqueadas em um porto da Índia desde 2015, disseram as autoridades locais nesta sexta-feira (7).

A tragédia na capital do Líbano deixou pelo menos 149 mortos, 5.000 feridos e centenas de milhares de pessoas sem casa.

Para evitar um acidente semelhante, as autoridades indianas ordenaram o inventário das substâncias químicas armazenadas nos portos deste país de 1,3 bilhão de habitantes.

As 690 toneladas de nitrato de amônio estão armazenadas no porto de Chennai, a capital regional do estado de Tamil Nadu (sul), em 37 contêineres importados da Coreia do Sul em 2015 por uma empresa indiana, mas que foram confiscados no porto.

As autoridades alfandegárias locais afirmaram que não há perigo e que o nitrato de amônio está em processo de venda por leilão.

"Os produtos químicos confiscados estão armazenados de maneira protegida e a segurança da carga e do público está garantida, levando em consideração o risco da substância", disse o departamento de alfândega em nota.

Segundo os especialistas, o risco de explosão desta substância é mínimo se for armazenada respeitando as normas de segurança e para que queime é preciso uma alta temperatura de aproximadamente 200 graus.

abh/stu/amd/cr/pc/af/aa