PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Novo pacote de estímulos nos EUA é 'improvável' antes da eleição, diz líder do Senado

09/10/2020 15h53

Washington, 9 Out 2020 (AFP) - O líder da maioria republicana no Senado dos Estados Unidos, Mitch McConnell, disse nesta sexta-feira (9) que é "improvável" que um novo plano seja adotado para ajudar a economia durante a crise pandêmica antes das eleições presidenciais de 3 de novembro.

"Precisamos de outro pacote de resgate, mas a proximidade da eleição e as diferenças de opinião (com os legisladores democratas) sobre o que é necessário neste momento específico são bastante significativas", disse McConnell em uma entrevista coletiva em Kentucky (meio-oeste).

McConnell explicou que, embora gostasse de ver os legisladores superarem suas diferenças políticas para aprovar "um último pacote de resgate", isso "é improvável nas próximas três semanas".

Essas declarações contradizem os comentários otimistas do presidente Donald Trump, que recentemente garantiu que houve uma "oportunidade muito boa" de acordo antes das eleições, nas quais ele tentará a reeleição.

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, vêm negociando há semanas para chegar a um acordo sobre um novo pacote de ajuda.

No entanto, as perspectivas de um acordo mudaram drasticamente esta semana, depois que Trump suspendeu abruptamente as negociações na terça-feira e recuou em meio a protestos de ambos os partidos e líderes empresariais. A isso se somou uma queda na bolsa de valores.

Pelosi disse que ela e Mnuchin falarão novamente na sexta-feira para discutir negócios pendentes de dinheiro e política.

Economistas estimam que uma nova rodada de apoio governamental é fundamental para evitar uma onda de demissões e falências e para apoiar os desempregados que enfrentam as dificuldades da crise econômica provocada pela pandemia de covid-19.

hs/cs/yo/lda/cc/mvv