PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

As principais verificações da AFP nesta semana

18/12/2020 09h51

Rio de Janeiro, 18 dez 2020 (AFP) - 1 - TESTES DA CORONAVAC FORAM SUSPENSOS NO PERU APÓS VOLUNTÁRIO TER PARALISIA

Uma imagem do governador de São Paulo, João Doria, segurando uma dose da vacina contra a covid-19 da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech foi compartilhada milhares de vezes nas redes, desde meados de dezembro, junto à informação de que o Peru suspendeu os testes "da vacina chinesa". O texto das publicações é verdadeiro, mas, sem o contexto adequado, pode passar uma ideia enganosa: a dose, cujos estudos foram suspensos no Peru, não é da CoronaVac, testada em São Paulo, mas a de um imunizante de outra companhia fundada na China.

http://u.afp.com/VacinaPeru

2 - AIDS E CÂNCER AINDA NÃO TÊM VACINA, A DA COVID-19 É CONFIÁVEL?

Publicações compartilhadas mais de mil vezes nas redes sociais ao menos desde setembro de 2020 questionam as vacinas contra a covid-19, que estão sendo fabricadas em alguns meses, enquanto ainda não há vacinas para a aids, ou para o câncer, apesar de décadas de pesquisa. Mas estabelecer um paralelo entre os tratamentos preventivos para a covid-19 com os do câncer e da aids é enganoso, já que se tratam de doenças muito diferentes.

http://u.afp.com/ComparacaoVacinas

3 - CORONAVAC CUSTA 22 BILHÕES DE REAIS PARA IMUNIZAR APENAS SÃO PAULO

Publicações compartilhadas mais de 30 mil vezes em redes sociais desde o início de dezembro asseguram que o governo de São Paulo gastaria 22 bilhões de reais para fornecer, apenas à população de seu estado, a vacina contra a covid-19 da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, enquanto a vacina da Universidade de Oxford poderia imunizar toda população brasileira por 6 bilhões. Isso é falso. O valor de 22 bilhões de reais corresponde, na verdade, a quanto custaria para adquirir a CoronaVac para todos os habitantes do Brasil.

http://u.afp.com/CoronaVacpreco

4 - MULTIDÃO CERCA SUPREMA CORTE NOS EUA EXIGINDO RESULTADO "JUSTO" NAS ELEIÇÕES

Uma imagem de uma multidão em Washington foi compartilhada centenas de vezes em redes sociais desde meados de dezembro como se mostrasse um protesto ao redor da Suprema Corte dos Estados Unidos, exigindo um resultado "justo" para a eleição presidencial, vencida pelo democrata Joe Biden. Isso é falso. A imagem data, na verdade, de março de 2018 e foi feita durante um protesto contra armas de fogo, desencadeado por um massacre ocorrido em uma escola na Flórida um mês antes.

http://u.afp.com/MultidãoEUA

5 - PURÊ DE MAÇÃ DÁ POSITIVO EM TESTE RÁPIDO PARA COVID-19: EXAMES NÃO FUNCIONAM?

Desde o início de dezembro, centenas de usuários têm compartilhado um vídeo que, segundo asseguram, demonstraria que os testes rápidos de antígenos para detectar a covid-19 não são confiáveis. Na gravação, um teste dá resultado positivo para uma amostra de purê de maçã. A reação do kit não sustenta, contudo, a afirmação de que esta ferramenta de diagnóstico é ineficaz. O que ela revela é que seus resultados são inválidos, se o procedimento não seguir as indicações do fabricante.

http://u.afp.com/TesteMaça

6 - TRUMP TOMA MEDIDAS CONTRA BILL GATES, 5G, VACINA E COVID-19

"Trump cancela projeto de Bill Gates conhecido como 'ID2020'", asseguram publicações compartilhadas mais de 15,9 mil vezes nas redes sociais, que enumeram as supostas medidas tomadas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Mas, na verdade, a maior parte das decisões mencionadas não existiu, ou não ocorreu como está descrito nas postagens.

http://u.afp.com/TrumpID2020

7 - FOTO DE FAMÍLIA DE UGUR SAHIN, UM DOS RESPONSÁVEIS POR VACINA CONTRA COVID-19

Uma foto compartilhada dezenas de vezes em múltiplas postagens nas redes sociais desde o último dia 8 de dezembro mostra uma família de "imigrantes muçulmanos turcos" na Alemanha. Os usuários asseguram que um dos meninos na imagem é Ugur Sahin, presidente do laboratório alemão que desenvolveu, junto com a Pfizer, uma das vacinas contra a covid-19. Embora Ugur Sahin tenha chegado à Alemanha procedente da Turquia quando era criança, esta foto não corresponde a sua família.

http://u.afp.com/FamiliaUgur

mcp/tt