PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Wall Street fecha sem tendências definidas, apesar de plano de estímulo

22/12/2020 20h15

Nova York, 22 dez 2020 (AFP) - A bolsa de Nova York fechou sem tendências definidas nesta terça-feira (22), saudando a aprovação, por parte do Congresso americano, de um novo plano de ajuda para a economia, mas mantendo a preocupação com o recrudescimento da pandemia.

O principal índice da bolsa, o Dow Jones Industrial Average, recuou 0,67%, a 30.015,51 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,21%, a 3.687,26 pontos.

O Nasdaq, de forte componente tecnológico, avançou 0,51% a 12.807,92 pontos, fechando com recorde.

"Os temores sobre as consequências do vírus e de novas restrições freiam o entusiasmo inicial, ligado à aprovação de medidas de estímulo orçamentário e um pacote de ajudas governamentais aguardadas há muito tempo", destacam os especialistas da Charles Schwab.

Após meses de duras negociações, os parlamentares americanos deram sua aprovação na noite de segunda-feira a um plano de ajuda de US$ 900 bilhões para auxiliar os setores e os agentes econômicos mais afetados pela recessão vinculada à pandemia.

O plano deve ser ratificado agora pelo presidente americano, Donald Trump, que assinou nesta terça uma lei de curto prazo para manter o financiamento do governo federal até 28 de dezembro.

Mas, ao mesmo tempo, os investidores acompanharam com preocupação as notícias na área da saúde, especialmente após a descoberta de uma variante do novo coronavírus em território britânico.

Vários países europeus decidiram fechar temporariamente suas ligações terrestres e aéreas com o Reino Unido, mas a Comissão Europeia recomendou nesta terça aos países-membro da União Europeia que facilitem a retomada do tráfego.

Os atores do mercado tomaram conhecimento antes da abertura da bolsa da revisão em pequena alta da estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no terceiro trimestre.

O Departamento do Comércio estima agora uma alta de 33,4% em ritmo anualizado contra 33,1% precedentes.

Entre os valores do dia, Peloton subiu 11,65%. O especialista americano em bicicletas ergométricas conectadas, cuja popularidade explodiu durante os confinamentos, anunciou na tarde desta segunda a intenção de adquirir a fabricante de equipamentos 'fitness' Precor por 420 milhões de dólares.

A Apple, por sua vez, subiu 2,85% depois das informações na imprensa que apontam a que a gigante californiana poderia começar a fabricar veículos elétricos em 2024.

A Alaska Airlines teve alta de 0,26%. A companhia aérea anunciou nesta terça a compra de 23 aeronaves Boeing 737 MAX, 9 suplementares que devem substituir em alguns anos a maioria dos aviões Airbus A319 e A320 da sua frota.

A United Airlines (-3,85%) e a American Airlines (-2,46%), por sua vez, recuaram. As duas empresas aéreas americanas anunciaram que vão recontratar seus funcionários em desemprego técnico, após a aprovação do plano de estímulo no Congresso.

dho/etr/rs/lda/mvv