PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Casa mais estreita de Londres à venda por US$ 1,3 milhão

07/02/2021 12h26

Londres, 7 Fev 2021 (AFP) - Localizada entre um salão de beleza e um consultório médico, a casa mais estreita de Londres, com apenas 1,7 metros de largura, está à venda por 1,3 milhão de dólares

Esta curiosa casa de cinco andares, localizada no bairro de Shepherd's Bush, era originalmente um depósito de chapéus, com dois depósitos para armazenar mercadorias e quartos nos andares superiores. Como uma referência ao seu passado, a casa manteve sua pequena vitrine, adornada com um abajur em forma de chapéu-coco.

A estranha propriedade, cuja fachada é uma pequena faixa azul escura muito discreta na rua, acaba de ser colocada à venda, avaliada em 950.000 libras (1,1 milhão de euros, US $ 1,32 milhão).

Para David Myers, diretor de vendas da agência responsável pelo imóvel, o preço se explica porque o prédio, construído no final do século XIX ou início do século XX, é "uma parte única da história de Londres". "É um pouco da magia de Londres", disse à AFP.

De um canto a outro da casa, as dimensões dos quartos variam muito. Embora a cozinha localizada no mezanino seja o local mais estreito, ela abre para uma sala de jantar com o dobro do tamanho. Atrás, duas portas que funcionam ao mesmo tempo como janelas abrem para um jardim de 2,5 metros de largura.

Graças s suas características "únicas" de época e às inovações ecléticas do interior, a casa pode atrair compradores "artísticos" ou "boêmios".

O preço da casa é exagerado em relação ao custo médio de uma casa no Reino Unido, que é de 256.000 libras (292.000 euros, US$ 350.000), mas mesmo assim é típico do mercado londrino.

Se um comprador aceitar pagar o preço pedido, o valor da casa dobrará desde 2006, quando foi vendida por 488.500 libras (557.000 euros). David Myers acredita que ela vale mais por sua disposição estranha.

"(Em) muitas partes de Londres, as pessoas usam o preço do metro quadrado como referência para determinar o valor das propriedades", disse. "Mas isso nem sempre funciona assim. Quando há algo tão particular como esta casa, isto se reflete no preço."

Segundo o diretor da agência, a pandemia do coronavírus levou muitas pessoas, principalmente famílias, a deixar Londres para adquirir uma propriedade maior, o que poderia afetar a venda desse imóvel específico.

Mas o agente londrino não está desanimado e afirma que a propriedade "é chique, é linda e é por isso que esta casa vai ser vendida".

csp-cdu/eg/af/me/gf