PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Reuters adia lançamento de plataforma por assinatura

28/05/2021 11h21

Nova York, 28 Mai 2021 (AFP) - A agência de notícias Reuters anunciou que adiou o lançamento de sua plataforma de notícias por assinatura, devido a uma disputa com a fornecedora de dados financeiros Refinitiv.

No que definiu como sua maior transformação em uma década, a agência - uma das maiores do mundo - planeja cobrar pelo acesso ao seu portal, como parte de uma estratégia comercial orientada para empresários profissionais.

A editora-chefe Alessandra Galloni confirmou o adiamento do lançamento, inicialmente planejado para 1º de junho, segundo um artigo do site da Reuters.

O texto indica que a controvérsia com a Refinitiv é "sobre se a mudança altera o acordo de fornecimento de notícias entre as duas empresas".

"Continuamos trabalhando nos nossos planos", disse um porta-voz da Reuters, em um comunicado.

Quase metade da renda da Reuters é fornecida pela Refinitiv, uma fornecedora de informações financeiras vendida ao grupo investidor Blackstone em 2018.

A Refinitiv tem um contrato de 30 anos com a Reuters e paga cerca de US$ 325 milhões anuais por seu conteúdo.

Desde janeiro, é uma subsidiária da Bolsa de Valores de Londres (LSEG), que a comprou por US$ 27 bilhões.

"Como em qualquer outro acordo comercial, há discussões privadas sobre nossos negócios e produtos", disse a LSEG em uma nota.

"As bases da nossa sociedade são fortes e seguiremos trabalhando juntos", acrescentou.

A assinatura da plataforma custará US$ 34,99 mensais, o mesmo que sua concorrente Bloomberg. Os assinantes terão acesso a conteúdos não disponíveis para quem acessa o site gratuitamente.

bur-reb/axn/gm/lda/aa/tt

LONDON STOCK EXCHANGE GROUP PLC

THE BLACKSTONE GROUP