PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

EUA devolverá R$ 885 milhões roubados por funcionário da Sony e convertidos em bitcoins

Fortuna foi roubada por funcionário da Sony e convertida para criptomoedas - Reprodução/ Pixabay
Fortuna foi roubada por funcionário da Sony e convertida para criptomoedas Imagem: Reprodução/ Pixabay

Em Washington, nos EUA

21/12/2021 11h02Atualizada em 21/12/2021 13h54

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos informou ontem que iniciou ações para devolver mais de US$ 154 milhões de dólares (cerca de R$ 885.084.200,00 na conversão para o real) supostamente roubados de uma subsidiária da Sony por um funcionário japonês, que converteu a quantia em bitcoins.

"Temos a intenção de devolver o dinheiro roubado à vítima deste roubo atrevido", afirmou o procurador federal interino Randy Grossman, segundo um comunicado.

De acordo com um processo iniciado em San Diego, Rei Ishii, funcionário da Sony Life Insurance Company Ltd em Tóquio, supostamente desviou US$ 154 milhões de dólares em maio, quando a empresa tentou transferir os recursos de uma conta para outra.

O dinheiro foi desviado para uma conta que Ishii controlava em um banco de La Jolla, Califórnia, e posteriormente o valor foi convertido em 3.879 bitcoins, avaliados atualmente em mais de 180 milhões de dólares, segundo a Promotoria do Distrito Sul da Califórnia.

Os fundos foram apreendidos em 1º de dezembro, após uma investigação do FBI.

"Todos os bitcoins relacionados ao roubo foram recuperados e completamente conservados. Ishii foi acusado no Japão", anunciou o Departamento da Justiça dos Estados Unidos.

Segundo destacou Grossman, "este caso é um exemplo do trabalho extraordinário dos agentes do FBI e dos oficiais da lei japoneses que se uniram para buscar este dinheiro virtual".

"Os criminosos devem anotar: não podem confiar na criptomoeda para esconder seus ganhos ilícitos contra a aplicação da lei", acrescentou.

PUBLICIDADE