PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Petróleo opera em baixa por tomada de benefícios após distensão sobre a Ucrânia

15/02/2022 20h56

Nova York, 15 Fev 2022 (AFP) - Os preços do petróleo caíram fortemente nesta terça-feira (15), sob o efeito da tomada de benefícios após o anúncio da retirada de parte das tropas russas na fronteira com a Ucrânia, recebido como um sinal de distensão nesta crise regional que preocupa as grandes potências.

Em Nova York, o barril de West Texas Intermediate (WTI), com prazo para entrega em março, fechou em queda de 3,55%, encerrando o dia a 92,07 dólares. O WTI registrou altas em quatro sessões consecutivas e se valorizou cerca de 7%.

Em Londres, por sua vez, o preço do barril de Brent do Mar do Norte para entrega em abril fechou em queda de 3,31%, encerrando a sessão a 93,28 dólares.

"As tomadas de benefícios eram inevitáveis depois que o Ministério da Defesa russo informou que parte de suas tropas iam começar a voltar para suas bases após o fim das manobras" em áreas próximas da fronteira com a Ucrânia, comentou em nota Edward Moya, analista da Oanda.

A Rússia é o terceiro produtor mundial de petróleo e a ocorrência de um cenário bélico, se tornaria alvo de sanções contra as exportações, com consequências maiores para o mercado da energia.

"Hoje considera-se menos como uma ameaça" explicou Michael Lynch, presidente do escritório Strategic Energy & Economic Research (SEER). "O problema parece se distanciar um pouco", acrescentou.

tu/jum/eb/cjc/llu/mvv