PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Rússia paga juros da dívida estrangeira, evitando calote

Ministério das Finanças da Rússia disse que pagou os juros de dois títulos estrangeiros, em meio a temores de que a Rússia pudesse entra em "default" pelas sanções ocidentais - Sputnik Photo Agency/via Reuters
Ministério das Finanças da Rússia disse que pagou os juros de dois títulos estrangeiros, em meio a temores de que a Rússia pudesse entra em "default" pelas sanções ocidentais Imagem: Sputnik Photo Agency/via Reuters

Do UOL, em São Paulo

17/03/2022 09h01Atualizada em 17/03/2022 14h29

O Ministério das Finanças russo disse, nesta quinta-feira (17), que pagou os juros de dois títulos estrangeiros, em meio a temores de que a Rússia pudesse entra em "default" pelas sanções ocidentais decorrentes da invasão da Ucrânia.

"A ordem de pagamento para o reembolso dos juros dos títulos (...) com um valor total de US$ 117,2 milhões (...) foi executada", disse o Ministério das Finanças, em um comunicado.

O Ministério acrescentou que os fundos foram enviados para um "banco estrangeiro" em 14 de março.

Moscou tinha até 16 de março para pagar os US$ 117 milhões, o primeiro de uma série de pagamentos com vencimento em março e abril.

Parte das reservas russas no exterior, cerca de US$ 300 bilhões, está congelada como parte das sanções ocidentais pela guerra na Ucrânia.

As sanções também paralisaram parte dos sistemas bancário e financeiro do país e derrubaram o rublo.