PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Inflação nos EUA cresce 1,3% em junho e chega a 9,1% em 12 meses

13/07/2022 11h00

Washington, 13 Jul 2022 (AFP) - A inflação nos Estados Unidos disparou 1,3% em junho, impulsionada pelo aumento recorde dos preços da gasolina, a taxa homóloga atingiu um recorde em mais de quatro décadas, segundo dados oficiais publicados nesta quarta-feira.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) aumentou 9,1% nos últimos 12 meses, o maior aumento anualizado desde novembro de 1981, ante 8,6% no ano encerrado em maio, informou o Departamento do Trabalho.

O número representa um novo golpe para o governo do presidente americano Joe Biden, que tenta há vários meses conter a inflação.

Em maio, o aumento do IPC foi de 1%.

Isso é mais do que o esperado no mercado, já que um consenso de analistas consultados pela Bloomberg projetava uma inflação anualizada para junho de 8,8% e de 1,1% em um mês.

Os preços da energia subiram 41,6% em relação ao ano anterior, o maior aumento desde abril de 1980.

De acordo com a Agência de Energia dos Estados Unidos (EIA), o preço médio da gasolina nos Estados Unidos no mês passado ultrapassou 5 dólares por galão (cerca de 3,8 litros), um valor sem precedentes.

Os preços dos alimentos registraram seu maior aumento desde fevereiro de 1981, com aumento de 10,4% em um ano.

Ambos os setores registraram forte alta devido à instabilidade gerada pela invasão russa da Ucrânia em fevereiro.

Além de corroer o poder de compra dos americanos, o aumento da inflação representa uma ameaça ao crescimento, já que o consumo é o principal motor da maior economia do mundo. Também atinge a popularidade de Joe Biden, poucos meses antes das eleições de meio de mandato.

hs/dw/gm/llu/gm/aa