Wall Street fecha em queda, após divulgação de dado da inflação nos EUA

A bolsa de Nova York fechou em baixa, nesta quinta-feira (12), depois da divulgação do dado da inflação nos Estados Unidos em setembro, pior que o esperado, o que fez os rendimentos dos bônus do Tesouro subirem.

O índice Dow Jones recuou 0,51%, a 33.631,14 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq perdeu 0,63%, a 13.574,22 unidades, e o S&P 500 caiu 0,62%, a 4.369,61.

Wall Street abriu em alta, mas mudou de rumo, depois da divulgação do dado da inflação.

O aumento dos preços em 12 meses nos Estados Unidos se manteve em 3,7% em setembro, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), publicado nesta quinta pelo Departamento do Trabalho, e na medição mês a mês, a inflação moderou-se pela primeira vez desde maio, com uma variação de 0,4% frente ao 0,6% de agosto.

Mas o dado em um ano decepcionou os analistas, que esperavam uma queda de 3,6%, segundo avaliação da MarketWatch.

Se forem excluídos os preços da alimentação e da energia, os mais voláteis, a chamada inflação subjacente caiu na medição em 12 meses, situando-se em 4,1%.

Esta mudança de tendência, depois de várias sessões no azul desde a sexta-feira, "ocorreu por causa da inflação e das taxas de juros", explicou Jack Ablin, especialista em estratégia de investimentos na Cresset.

"A inflação ficou acima do esperado e o rendimento dos bônus do Tesouro a dez anos subiu", resumiu o analista. Embora considere que o dado não é forte o suficiente "para mudar a visão do Federal Reserve, é um pouco decepcionante", acrescentou, em alusão ao Fed, o banco central americano.

Os rendimentos dos bônus a dez anos voltaram a subir, a 4,70% contra 4,55% na quarta-feira. Os títulos a dois anos voltaram a render mais de 5%.

Continua após a publicidade

vmt/eb/mr/dg/mvv/am

© Agence France-Presse

Deixe seu comentário

Só para assinantes