Criação de empregos no setor privado dos EUA aumenta em outubro

A contratação no setor privado americano cresceu em outubro, principalmente nas áreas de educação e saúde, enquanto os aumentos salariais continuaram em um ritmo mais lento, segundo a pesquisa mensal da ADP/Stanford Lab publicada nesta quarta-feira(1º).

Em outubro, o setor privado criou 113.000 postos de trabalho, acima dos 100.000 previstos pelos analistas. Este número também foi superior aos 89.000 empregos criados em setembro.

"Os fortes aumentos salariais pós-pandemia parecem ter ficado para trás", disse a economista-chefe da ADP, Nela Richardson, citada no comunicado da ADP.

A especialista descreveu a situação do emprego como "bem equilibrada". "Embora o mercado de trabalho tenha desacelerado, continua sendo suficiente para apoiar um forte gasto de consumo", estimou.

O setor de serviços representou a maior criação de emprego no mês passado: os serviços de educação e saúde acrescentaram 45.000 postos de trabalho, enquanto que o comércio, o transporte e os serviços públicos adicionaram 35.000.

Já o aumento dos salários desacelerou e registrou o menor nível em dois anos, segundo a ADP. 

Os trabalhadores que permaneceram em seus empregos disseram que seus salários aumentaram cerca de 5,7% em relação ao ano anterior, enquanto aqueles que mudaram de emprego relataram aumentos em torno de 8,4%.

jul/abx/ll/tm/jc/fp

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes