Petróleo sobe após relatório mensal da Opep+

Os preços do petróleo subiram nesta segunda-feira (13) impulsionados pelo relatório mensal da Opep+ que buscou dissipar "os sentimentos negativos exagerados" sobre as perspectivas de demanda de petróleo.

O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em janeiro subiu 1,33%, atingindo US$ 82,52 em Londres.

Enquanto isso, o West Texas Intermediate (WTI) para entrega em dezembro subiu 1,41%, alcançando US$ 78,26 em Nova York.

"Os fundamentos do mercado petrolífero mundial continuam sólidos, apesar dos sentimentos negativos exagerados", escreveu a Opep+ em seu relatório mensal na segunda-feira.

O relatório denunciou "os 'especuladores' que fizeram os preços caírem", acrescentou Han Tan, analista da Exinity, ao ser entrevistado pela AFP.

Segundo Han, "uma linguagem assim (como a apresentada no relatório) poderia se traduzir em ações, talvez através de uma intervenção adicional na oferta, quando a Opep+ se reunir neste mês".

Apesar dos riscos de uma expansão do conflito entre Israel e o Hamas para os países exportadores do Oriente Médio, os preços do petróleo ainda estão contidos devido a números que mostram um "recuo na demanda" por gasolina nos Estados Unidos, enfatizou John Evans, da PVM Energy.

lul-vmt/spi/mr/cjc/am

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes