Wall Street fecha em baixa, puxada por empresas tecnológicas

A bolsa de Nova York fechou em baixa nesta segunda-feira (4), depois de um mês de novembro sólido, antes da divulgação dos números sobre o emprego nos Estados Unidos.

O setor tecnológico puxou os índices para baixo. O Nasdaq foi o mais prejudicado, registrando queda de 0,84%, enquanto o Dow Jones recuou 0,11% e o S&P 500 caiu 0,54% no sino do fechamento.

"Foram registradas realizações de lucros" depois de uma alta importante, resumiu Peter Cardillo, da Spartan Capital, após um mês de novembro que foi o melhor em mais de um ano para a bolsa nova-iorquina.

Para Sam Stovall, da CFRA, o mercado tirou "um descanso" após a sólida alta dos últimos dias.

Ao final da semana passada, "o S&P 500 recuperou tudo o que perdeu entre o fim de julho e o fim de outubro", disse Stovall à AFP.

Desde o começo do ano, o S&P 500, índice mais amplo e representativo do mercado, subiu quase 20%. o Dow Jones subiu 9% e o Nasdaq, quase 33%.

Na sexta-feira serão divulgados os dados mensais de emprego, um dos indicadores mais importantes para o Federal Reserve (Fed, banco central) determinar sua política monetária.

Para novembro, os analistas esperam 175.000 postos criados contra os 150.000 de outubro, com uma taxa de desemprego estável em 3,9%.

As tecnológicas arrastraram os índices nesta segunda-feira, com perdas de 1% a 2,5% para gigantes como Amazon, Alphabet, Apple, Microsoft e Netflix. A Meta perdeu 1,48%, para 320,02 dólares. 

Continua após a publicidade

vmt/ber/mr/mvv/rpr

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes