Wall Street sobe enquanto pouso suave da economia continua a ser prioridade

A bolsa de valores de Nova York fechou mais uma vez com tendência de alta nesta quinta-feira (21), depois de um leve respiro na quarta-feira, graças aos dados de crescimento revisados que confirmam a desaceleração da economia americana.

O Dow Jones subiu 0,87%, enquanto o tecnológico Nasdaq avançou 1,26% e o índice composto S&P 500, 1,03%.

"Quando o mercado está maduro para uma correção, como acontece agora, e não se estagna, é um indício muito bom de uma forte tendência de alta", comentou Tom Cahill, da Ventura Wealth Management.

Após uma leve baixa na quarta-feira, os índices nova-iorquinos retomaram hoje o caminho positivo graças aos indicadores macroeconômicos.

O crescimento do PIB americano foi revisado para baixo para o terceiro trimestre, de 5,2% em 12 meses para 4,9%.

A impressão de que a economia americana está desacelerando vê-se confirmada pelo Federal Reserve (Fed, banco central) em Atlanta, que estima que o crescimento só será de 2,7% no quarto trimestre sobre uma base anualizada, assinalou Tom Cahill.

"A notícia mais importante foi a redução das estimativas de inflação", disse Michael Pearce, da Oxford Economics.

O relatório do Departamento de Comércio dos Estados Unidos mostra que os preços anualizados subiram apenas 2% no terceiro trimestre, excluindo energia e alimentos, o que está em linha com a meta de longo prazo do Fed.

"Isto está em linha com a mensagem mais suave do Fed e, se for confirmado, abre as portas para um corte antecipado dos juros", disse Pearce.

Continua após a publicidade

tu/er/cjc/gm/rpr/am

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes