Wall Street fecha com resultados mistos antes de resultados de tecnológicas

A bolsa de valores de Nova York encerrou o pregão desta terça-feira (30) com resultados mistos, com o índice Nasdaq em baixa, à espera dos resultados das gigantes da tecnologia.

O índice Dow Jones subiu 0,35%, para 38.467,31 pontos e alcançou outro recorde. Contudo, o tecnológico Nasdaq cedeu 0,76%, para 15.509,90 unidades, e o S&P 500 fechou praticamente estável, em leve baixa de 0,06% (4.924,97 pontos).

Após o fechamento das operações, Microsoft e Alphabet (Google) publicaram seus resultados, ambos acima do previsto pelo mercado.

A Microsoft publicou resultados positivos impulsionados pela informática na nuvem (cloud).

Este setor, estimulado pela explosão da inteligência artificial (IA) generativa, explica em boa medida um faturamento de 62 bilhões de dólares (R$ 307 bilhões) entre outubro e dezembro, o segundo trimestre do exercício fiscal da companhia.

Trata-se de um aumento de 18% em comparação ano a ano, que situa as receitas acima dos 61,1 bilhões de dólares (R$ 303 bilhões) esperados pelos analistas.

A Alphabet, por sua vez, faturou mais de 86 bilhões de dólares (R$ 427 bilhões) no quarto trimestre de 2023, 13% a mais que no mesmo trimestre do ano anterior, informou a empresa nesta terça.

Desta forma, a matriz do Google recupera os níveis de crescimento de 2022.

A número um do mundo da publicidade on-line, que investe maciçamente em inteligência artificial, obteve 20,7 bilhões de dólares (R$ 103 bilhões) de lucro líquido, também acima do esperado.

Continua após a publicidade

As duas gigantes, no entanto, perdiam terreno nas transações do after market em Wall Street: a Microsoft perdia 1,34% e a Alphabet 4% às 21h20 GMT (18h20 em Brasília).

Por sua vez, a General Motors subiu 7,81% após publicar resultados superiores aos previstos no último trimestre de 2023, e se mostrar confiante para 2024.

A UPS, por outro lado, despencou 8,19%. O grupo vai demitir 12.000 pessoas e seu volume de atividade caiu 7,3% no quarto trimestre.

O mercado espera para esta quarta-feira os resultados da primeira reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) este ano. O encontro começou hoje e termina amanhã, e o mercado espera que o Fed mantenha os juros na faixa entre 5,25% e 5,50%.

Se os dados econômicos positivos continuarem, com forte crescimento, e "a inflação continuar em queda, é um ambiente econômico ideal para o Fed, que pode escolher o momento para baixar as taxas, se necessário", resumiu Jack Ablin, chefe de investimentos da Cresset, à AFP.

vmt/mr/dga/rpr/am

Continua após a publicidade

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes