Bolsas

Câmbio

Irlandeses lucram com visita de fãs a ilha filmada em novo 'Star Wars'

Dara Doyle

  • Jerzy Strzelecki /Creative Commons

    A ilha de Skellig Michael, na Irlanda, onde foram filmadas cenas de "Star Wars: O Despertar da Força"

    A ilha de Skellig Michael, na Irlanda, onde foram filmadas cenas de "Star Wars: O Despertar da Força"

(Bloomberg) -- Quando "Star Wars: O Despertar da Força" estreou em Dublin, a sala irrompeu em aplausos com a visão de Skellig Michael, um tesouro nacional. Agora, o país quer que o mundo descubra a ilha.

Uma cena culminante do último episódio da franquia foi filmada no vasto e irregular pedaço de rocha localizado a uma viagem de barco de uma vila de pescadores no condado de Kerry.

O Tourism Ireland, o órgão de turismo do país, incumbiu a produtora do filme, a Lucasfilm, de realizar um curto filme promocional no qual o diretor J.J. Abrams discute por que Skellig Michael foi escolhida.

"Eu não consigo acreditar que nos deixaram filmar aqui", disse Abrams no lugar, que abriga as ruínas de um mosteiro construído por monges entre os séculos 6º e 8º. Os exploradores de Abrams originalmente disseram que estavam na área para filmar um documentário sobre os papagaios-do-mar. "Digo, aquilo era muito bonito".

Os moradores locais já estão sendo inundados por pedidos de fãs que querem se hospedar em Portmagee, a vila que abrigou a equipe de produção durante a filmagem.

Gerard Kennedy, que administra a hospedaria Moorings e o Bridge Bar do local, está oferecendo um pacote de duas noites por 149 euros (US$ 160) para os fãs em busca da experiência "Star Wars", que inclui uma camiseta e "bastidores" da filmagem.

'Que a diversão esteja com você'

Kennedy disse esperar um "grande incremento" nos negócios por causa do filme e que os fãs já chegaram à região. Eles podem comprar uma camiseta estampada com o slogan "May the Craic be with you" (Que a diversão esteja com você, em tradução livre) antes de fazerem a viagem para verem Skellig Michael. "Craic", para quem não sabe, é uma palavra irlandesa que significa diversão.

"Quando chegam, eles só falam de 'Star Wars'", disse Kennedy. "Quando retornam, só falam de Skellig e do mosteiro".

O sucesso de "Star Wars" pode trazer seus próprios problemas para o lugar, porque os barcos só podem ir a Skellig Michael entre maio e outubro. Antes mesmo da explosão do interesse relacionado a Star Wars, havia filas formadas para a viagem, disse Kennedy.

O turismo está aumentando na Irlanda, em parte por causa da queda do euro em relação ao dólar, e responde por cerca de 7% dos empregos do país. As viagens da América do Norte à Irlanda aumentaram cerca de 15% nos 11 primeiros meses de 2015 em relação ao mesmo período do ano anterior.

As filmagens começaram em Skellig em agosto de 2014 e não ficaram alheias às controvérsias. Ambientalistas afirmaram que o lugar poderia ser colocado em risco durante a filmagem.

Por motivos de segurança e conservação, os números de visitantes estão limitados a cerca de 15 mil por ano na ilha. Outras pessoas podem optar por viagens de barco em torno do lugar.

É preciso subir 660 degraus para chegar às ruínas do mosteiro, uma odisseia que também tem seus riscos –dois turistas americanos caíram e morreram no local em 2009.

A filmagem foi realizada sem nenhuma tragédia do tipo e o elenco foi celebrar no bar de Kennedy em uma festa de despedida. Kennedy não reconheceu Mark Hamill quando o ator passou para detrás do balcão para pegar um copo de Guinness.

"Meu filho disse: é o Luke Skywalker!", disse Kennedy, 55, que administra o negócio com sua esposa há cerca de 25 anos. "Eu só queria saber de preparar os chopes e a comida".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos