Incorporador de Manhattan congela planos de apartamentos de luxo

Sarah Mulholland

(Bloomberg) - O incorporador Steven Witkoff está segurando a transformação do Park Lane Hotel, de Manhattan, em apartamentos de luxo - por enquanto.

Os proprietários estão pensando em reformar o hotel de 46 andares aos pés do Central Park, disse Witkoff em uma entrevista. Ele encabeçou o grupo de adquiriu o imóvel da propriedade de Leona Helmsley por US$ 660 milhões em 2013, com opções como demolir a estrutura existente, transformar o edifício em uma mistura de quartos de hotel e apartamentos ou manter o hotel em funcionamento. De lá para cá, construir moradias de alta gama se tornou menos atraente porque novos arranha-céus destinados a compradores multimilionários estão abarrotando o mercado.

"O fato é que a velocidade já não é a de antes", disse Witkoff, que conta com o incorporador Harry Macklowe entre seus sócios. "Como temos um fluxo de caixa, temos flexibilidade para esperar".

Os planos para o Park Lane, número 36 da Central Park South, estão tomando forma em um momento em que o mercado de vendas de luxo de Manhattan dá sinais de abundância de oferta depois da disparada pós-recessão. No terceiro trimestre, o número de imóveis à venda na faixa de 20 por cento superior do mercado deu um salto de 8,9 por cento, de acordo com dados do site imobiliário StreetEasy. As ofertas caíram mais de 3 por cento para os 80 por cento restantes.

A mediana do preço de venda de todas as residências vendidas em Manhattan atingiu o recorde de US$ 1,15 milhão no quarto trimestre, impulsionada pelo fechamento de transações de luxo em novos projetos que foram definidos há anos, quando as obras estavam apenas começando na maioria dos imóveis, de acordo com um relatório da taxadora Miller Samuel e da corretora Douglas Elliman Real Estate. A demanda entre compradores ricos está decrescendo porque muitas unidades novas estão chegando ao mercado, de acordo com Jonathan Miller, presidente da Miller Samuel.

Mudanças no mercado

Os incorporadores do Park Lane "são muito experientes e veem o que está acontecendo", disse Miller. "Um dos pilares da explosão inicial da demanda foi a escassez. O mercado mudou e as incorporadoras que podem adotar uma perspectiva de longo prazo estão fazendo ajustes agora".

Witkoff e seus sócios engavetaram uma iniciativa de captar dinheiro com investidores particulares chineses através do programa EB-5, que concede vistos de residência nos EUA aos estrangeiros que investirem a partir de US$ 500.000 em projetos que geram empregos. A desaceleração da economia chinesa e os esforços não resolvidos para reformar o EB-5 no Congresso estão obscurecendo o futuro do programa, disse Witkoff.

Sem pressão

Os sócios estão tentando refinanciar a dívida prestes a vencer no imóvel e estão negociando com o JPMorgan Chase Co., disse ele.

Agora, pelo menos outros sete arranha-céus de luxo estão sendo construídos no Midtown, todos tendo em vista os mesmos compradores. Um dos fatores que faziam com que a transação do Park Lane fosse atraente em 2013 era que, com um negócio já em funcionamento no imóvel os novos proprietários não precisariam ter pressa em construir apartamentos e concorrer com os outros edifícios que surgiam na região, disse Witkoff.

"Nunca teríamos a pressão de construir quando não quiséssemos construir", disse ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos