Bolsas

Câmbio

Minor International vê lucro recorde com crescimento do turismo

Henrique Almeida

(Bloomberg) - A Minor International, que acaba de concluir a compra de uma cadeia de hotéis portugueses, espera um lucro recorde no quarto trimestre, reforçado por um forte fluxo de visitantes aos países onde tem presença, disse o diretor operacional Dillip Rajakarier.

A empresa com sede em Bangcoc planeja adicionar novos hotéis às 145 propriedades já existentes, espalhadas por 22 países, por meio de crescimento orgânico e de aquisições, de acordo com Rajakarier, que também é presidente da unidade Minor Hotel Group Co. Na terça-feira, eles finalizaram a aquisição dos 14 hotéis da Tivoli Hotels Resorts em Portugal e no Brasil por 294 milhões de euros (US$ 321 milhões). As propriedades eram controladas pela família Espírito Santo, de Portugal.

"Nós divulgaremos os nossos números do quarto trimestre em fevereiro e será um bom ano", disse Rajakarier em uma entrevista em Lisboa na terça-feira. Perguntado se esperava informar um lucro recorde no quarto trimestre, Rajakarier respondeu: "Sim".

A Minor International investiu mais de US$ 550 milhões nos últimos dois anos em aquisições e projetos de hotéis na África, Ásia, Austrália, América do Sul e Europa, disse Rajakarier.

A companhia planeja continuar a investir a um ritmo igual ou "talvez maior" do que investiu nos últimos dois anos para expandir seu negócio ou comprar hotéis na África, Oriente Médio e Europa, disse Rajakarier, que trabalhou como subdiretor financeiro para a Orient-Express Hotels antes de se juntar ao Minor Hotel Group em 2007.

A Europa é especialmente atraente "porque o euro está mais fraco e pensamos que ainda é possível fazer bons acordos e criar valor", disse ele. "Esses são os locais que são muito atraentes do ponto de vista da aquisição".

A Minor International ganhou 3,8 por cento no último ano, em comparação com uma queda de 19 por cento no SET Index na Tailândia, onde a chegada de turistas saltou para um recorde de 29,9 milhões em 2015, de acordo com uma previsão do Ministério do Turismo.

Enquanto o setor de turismo ainda enfrenta desafios em termos de desastres naturais e questões de segurança, as previsões para a indústria permanecem positivas, disse Rajakarier. Um recorde de 1,2 bilhão de turistas viajou pelo mundo em 2015, 50 milhões a mais do que no ano anterior, segundo a Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas.

"Em geral, grande parte da população ainda viaja", disse Rajakarier. "E você sabe que ainda não sentimos o impacto da China e da Índia. Porque quando você olha para a China são 1,3 bilhão de pessoas e somente cerca de 7 por cento ou 10 por cento da população viaja atualmente. Dá para imaginar se isso começar a crescer?".

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos