Bolsas

Câmbio

Ação de 'momentum' ainda está na moda no nervoso mercado europeu

Roxana Zega e Carolynn Look

(Bloomberg) -- No turbulento mercado da Europa, os traders que se agarraram ao ditado "a tendência é sua amiga" se saíram melhor do que os demais.

Com o temor maior em relação a uma possível Brexit, às eleições da Espanha e à desaceleração da economia regional, as ações de 'momentum' na Europa estão limitando os prejuízos dos investidores em um ano no qual até US$ 922 bilhões em valor foram eliminados das ações da região. Um indicador dessas ações, definidas como aquelas com os maiores ganhos no passado recente, caírem menos da metade em relação ao índice Stoxx Europe 600.

A estratégia se sustentou principalmente porque empresas de consumo como a Wm Morrison Supermarkets e produtoras de commodities como a Glencore, que dominam o índice iStoxx Europe Momentum Factor, estiveram entre aquelas com os melhores desempenhos na Europa neste ano, apesar do lucro medíocre e da perspectiva econômica global sombria.

"O quadro europeu é menos claro, mais irregular e, portanto, seguir o fluxo é, em muitos casos, a única forma de tomar decisões de investimento", disse Anthony Peters, estrategista da Sol Capital Markets em Londres. "Se você tem muitas incertezas, sua única chance é pular no mercado, independentemente do caminho que ele estiver seguindo. Pode não ser saudável, mas se funciona, quem se importa?".

As pesquisas que indicam a liderança da campanha pela saída da UE antes do referendo britânico, em 23 de junho, e a eleição geral na Espanha, três dias depois, nublaram a perspectiva para as ações europeias. O que piora o quadro é o ceticismo em relação à capacidade do Banco Central Europeu de estimular o crescimento, com projeção de expansão da zona do euro a um ritmo mais lento neste ano e uma inflação que pouco subiu.

Embora todas essas desgraças tenham feito os ativos de risco caírem em toda a região em 2016, o indicador iStoxx se saiu melhor, com queda de 5,3 por cento contra um mergulho de 12 por cento do Stoxx 600. O índice de momentum superou o índice de referência todos os anos desde sua criação, há mais de uma década.

Neste ano, ele superou o desempenho dos índices do MSCI para a Europa que monitoram o valor, a baixa volatilidade, o alto yield dos dividendos e as ações 'equal weight', assim como o índice iStoxx Europe Size Factor que mira ações com baixos valores de mercado ou de empresas. Entre os membros estão a Glencore e a Morrison, que subiram 19 por cento ou mais, enquanto a refinaria de petróleo finlandesa Neste avançou 7,9 por cento.

Essa abordagem de investimento, que foi popular entre os hedge funds americanos nos últimos anos, tem seus riscos. Um índice Dow Jones que monitora 200 ações de momentum mais elevadas nos EUA e aposta contra as 200 mais baixas caiu 8,1 por cento no primeiro trimestre, seu pior desempenho desde 2009, após seu maior ganho anual em oito anos. Alguns analistas dizem que a popularidade da estratégia criou um efeito manada que estava condenado a fracassar e ao mesmo tempo ampliou as avaliações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos