PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Análise: Brexit pior que Lehman? Para investidores individuais,sim

Edward Evans

02/08/2016 11h46

(Bloomberg) -- O Brexit assustou os investidores individuais do Reino Unido muito mais do que a crise financeira de 2008, pelo menos de acordo com os números divulgados por uma associação comercial na terça-feira (2).

A Associação de Investimento diz que os consumidores retiraram 3,5 bilhões de libras (US$ 4,6 bilhões) de fundos do Reino Unido em junho. Muito mais do que as 493 milhões de libras que foram retiradas em outubro após o colapso do Lehman Brothers, segundo Laith Khalaf da Hargreaves Lansdown.

Fundos imobiliários sofreram mais desta vez, com saídas de 1,4 bilhão de libras. Sete gestores de recursos foram forçados a suspender a negociação de seus fundos de investimento imobiliário após a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia ter levado investidores a retirar seu dinheiro.

A votação 23 de junho derrubou o índice FTSE 250 quase 14% em dois dias de negociação. Em julho, esse índice recuperou quase toda perda, o que significa que os investidores nervosos que retiraram seu dinheiro podem ter perdido.

Como o choque do Brexit se acalmou em julho com a rápida formação de um novo governo, essas saídas podem ter se estabilizado. Mas não pense que o risco político desapareceu.

Esta coluna não reflete necessariamente a opinião da Bloomberg LP e de seus proprietários.