Bolsas

Câmbio

ICE vai contra a corrente e anuncia desdobramento de ações

Anna-Louise Jackson

(Bloomberg) -- A Intercontinental Exchange está fazendo algo que provavelmente deseja que mais empresas listadas por ela fizessem.

A dona da Bolsa de Nova York informou um desdobramento de ações de 5 por 1 junto com seus resultados na quarta-feira, medida que baixará o preço de suas ações do valor atual de US$ 278,60 para cerca de US$ 56. Medidas desse tipo se tornaram cada vez mais raras nas últimas décadas, e apenas cinco outras empresas no S&P 500 Index fizeram isso neste ano, em comparação com 114 em 1986.

Em um mercado dominado por acionistas institucionais e com um excesso de fundos negociados em bolsa (ETFs, na sigla em inglês), a demanda por desdobramentos diminuiu -- mas isso não significa que ninguém os deseje.

Operadores de mercados como a ICE sentem saudades da época em que praticamente qualquer ação com um preço de três dígitos virava candidata, ainda que só por causa do impacto sobre o volume.

"Além de destacar os resultados constantes e o crescimento do preço das ações da ICE, acreditamos que o desdobramento de ações sustentará a liquidez em nossas ações em um mercado muito fragmentado", disse o CEO Jeffrey Sprecher em um comunicado publicado na quarta-feira.

Há não muito tempo, as empresas se preocupavam em manter os preços das ações ao alcance dos investidores que as compravam em lotes de 100, disse Howard Silverblatt, analista sênior de índices da S&P Dow Jones Indices. Como a forma em que investidores compram ações mudou, também mudou o apetite por desdobramentos.

Agora, cerca de um quarto das ações no S&P 500 é negociado a mais de US$ 100 cada uma, mostram dados compilados pela Bloomberg.

Menos de 20 na Bolsa de Nova York têm preços mais altos do que as da ICE, entre elas as da Seaboard, negociadas a quase US$ 2.993. Mais de metade dos membros desse grupo nunca desdobrou ações. Há empresas de todos os setores e tamanhos -- Berkshire Hathaway, Markel, Chipotle Mexican Grill.

A recusa dos conselhos corporativos a desdobrar ações é em parte responsável pelo declínio da liquidez do mercado e também aumenta os custos para os investidores, escreveu Chris Concannon, CEO da Bats Global Markets, em uma carta a clientes e traders em maio. A empresa opera quatro bolsas nos EUA.

O desdobramento proposto é o primeiro para a ICE, que abriu seu capital em 2005 a US$ 26 por ação. Embora o anúncio dependa da autorização da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA e dos acionistas, "a empresa espera obter a aprovação de ambos", disse uma porta-voz da bolsa com sede em Atlanta em entrevista por telefone.

O fato de uma bolsa informar um desdobramento de ações não passa despercebido, mas um aumento mais amplo no número de empresas que fazem isso ajudaria a combater o problema da liquidez do mercado e dos volumes de trading, disse Donald Selkin, chefe de estratégia de mercados da National Securities em Nova York que ajuda a administrar cerca de US$ 3 bilhões. "Historicamente, desdobramentos de ações são otimistas -- se mais empresas fizessem isso, seria um impulso muito grande".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos