Bolsas

Câmbio

Índice sushi mostra aumento de custo de vida de jovens nos EUA

Lisa Du e Wei Lu

(Bloomberg) -- É uma verdade universalmente reconhecida que jovens dotados de salários razoáveis desejam ter uma peça de sushi acessível. Isso, no entanto, está cada vez mais difícil de encontrar.

O Sushinomics Cost-of-Living Index da Bloomberg monitorou o preço dos sushis comuns spicy tuna e california roll em grandes áreas metropolitanas dos EUA por cinco anos, incluindo os ciclos eleitorais de 2012 e deste ano. Os maiores aumentos de preços foram registrados em Seattle, Portland e Washington -- destinos da preferência de recém-formados e jovens profissionais.

O custo do sushi, que deixou de ser uma opção exótica e se transformou em um almoço rápido para jovens adultos de classe média, é uma maneira informal de medir o poder aquisitivo de uma faixa demográfica que superou os nascidos depois da Segunda Guerra Mundial e se tornou a maior geração viva com direito a voto. Na mesma linha do índice Big Mac, o índice sushi utiliza um item alimentar popular para dar uma ideia do panorama socioeconômico em um momento de grande preocupação com a desigualdade de renda, com a acessibilidade e com a estagnação salarial nos EUA.

A alta dos preços do sushi -- impulsionada por fatores como demanda de clientes, mercado de trabalho e custo da oferta de peixe cru -- é "um reflexo da ascensão de uma geração mais jovem nas fileiras corporativas do mundo profissional", disse Darren Tristano, presidente da Technomic, empresa de pesquisa alimentar com sede em Chicago. "Eu não acho que a geração pós-Segunda Guerra esteja impulsionando a tendência do sushi".

O custo do sushi subiu a um ritmo anualizado de 5,3 por cento desde 2011 em Seattle, que se tornou destino de recém-formados em tecnologia que trabalham na Amazon.com e na Microsoft, enquanto os especialistas em artes de Portland viram os preços aumentarem 4,2 por cento. Em Washington, onde os bairros estão se elitizando, o custo subiu 4 por cento. Os preços médios dos sushis básicos em todas as cidades avançaram 2,2 por cento ao ano nos últimos cinco anos.

Nova York e Los Angeles ainda são os dois lugares com sushis mais caros, nas mesmas posições em que estavam quando o índice foi criado, em 2011. O preço médio dos itens básicos do menu de sushi foi de US$ 8,71 em Nova York. Nova Orleans ficou classificada como a cidade com o sushi mais barato, a US$ 5,33.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos