Estouro da bolha pontocom na Índia gera lista de firmas zumbis

Saritha Rai

(Bloomberg) -- Nos últimos anos, a Índia teve o maior boom de startups de sua história, com a criação de milhares de empresas. Agora, o país está atravessando sua própria versão do estouro da bolha das pontocom.

O sinal mais recente da crise é a decisão de uma empresa com sede em Bangalore de montar a primeira lista "Deadpool" da Índia, um catálogo das startups mortas ou moribundas, similar ao site F**ked Company, criado após a bolha da internet. O site americano, criado em 2000, era uma paródia da revista Fast Company e narrava o colapso das pontocom. Ele foi desativado em 2007.

A lista da Índia, compilada pela empresa Tracxn Technologies, identifica cerca de 800 startups em declínio ou mortas em quase todos os segmentos da tecnologia, incluindo comércio eletrônico, educação online e softwares para aparelhos móveis. Investidores, recrutadoras e empresas maiores que buscam talentos para contratar ou ativos de tecnologia baratos pagam uma taxa de assinatura à Tracxn pela lista e por outras pesquisas. O site não está disponível ao público. "A lista Deadpool é um sinal dos tempos", disse Neha Singh, cofundador da Tracxn.

A F**ked Company proporcionava um fórum público para discussões em um momento em que o capital de risco secava e as startups entravam em colapso. Funcionários demitidos compartilhavam memorandos internos e criticavam seus chefes por sua incompetência ou egoísmo. O fundador do site, Philip 'Pud' Kaplan, estimulava a conversa com humor negro e obituários corporativos impiedosos.

A Índia atualmente testemunha a queda dos investimentos de risco após uma alta ao patamar recorde de US$ 8,9 bilhões em 2015, segundo a empresa de pesquisa Preqin. O ritmo caiu para US$ 2,7 bilhões nos dois primeiros trimestres deste ano, informou a empresa de Londres.

O boom elevou o número de startups de tecnologia na Índia para mais de 19.000, segundo uma pesquisa do Ministério das Finanças publicada em fevereiro. A lista Deadpool mostra que, além de empresas inovadoras, há uma série de firmas que imitam suas concorrentes, especialmente no ramo de comércio eletrônico e em outras categorias preferidas pelos capitalistas de risco. "Você não pode criar a 50ª empresa online de lavanderia e esperar ter sucesso", disse Ravi Gururaj, fundador da QikPod, uma startup de caixas para envio de encomendas pelo correio com sede em Bangalore financiada pela Accel Partners e pela Foxconn Technology Group.

A Tracxn identifica candidatos para a lista Deadpool monitorando diversos indicadores, como a redução do tamanho da equipe, a suspensão de operações e os declínios no tráfego de usuários. A lista foi lançada há alguns meses e está crescendo de forma constante. "Ela é composta por empresas mortas e por zumbis", disse Gururaj.

Fundadores de dezenas de startups famosas incluídas na lista Deadpool preferiram não comentar essa reportagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos