Bolsas

Câmbio

Mineradora peruana é melhor ação do mundo com alta de 460%

Thomas Biesheuvel

(Bloomberg) -- O avanço mais impressionante do mercado de ações neste ano é o de uma mineradora peruana pouco conhecida impulsionada pela recuperação da prata.

A Hochschild Mining, que opera três minas no Peru e uma na Argentina, subiu 460 por cento em 2016, superando todas as outras empresas do índice Bloomberg World, formado por 5.125 ações. Os papéis caíam 5,2% nas negociações em Londres nesta quinta-feira.

Os preços mais elevados da prata, a produção nova de sua principal mina, Inmaculada, no Peru, e a desvalorização do peso argentino transformaram a ação na favorita dos investidores. A Hochschild reduziu dívidas e deverá reportar seu primeiro lucro após três anos de prejuízos.

Agora a estratégia da empresa é se concentrar em encontrar novas reservas de prata e ouro perto das minas atuais e usar uma fatia maior de sua capacidade de processamento, segundo Ignacio Bustamante, CEO da Hochschild. Ele planeja evitar a compra de qualquer novo ativo.

"Haverá muita pressão dos investidores para que não haja fusões e aquisições", disse Bustamante. "Tem havido muita destruição de valor em termos de aquisições".

Futuro chato

Trata-se de mais um exemplo de como as empresas de mineração redefiniram sua ambição. Após acumular bilhões de dólares em dívidas na corrida para satisfazer a demanda da China por commodities, muitas delas agora estão em sentido inverso.

Os níveis de dívidas estão caindo porque as empresas estão reduzindo custos, vendendo ativos e indo atrás apenas das minas mais rentáveis. O CEO da Rio Tinto resumiu a história no mês passado quando disse que a segunda maior mineradora do mundo poderia ser "monótona" por um bom tempo.

No entanto, para as empresas produtoras de prata o ano trouxe uma recuperação surpreendente. Os metais preciosos subiram com os sinais de que o Federal Reserve manterá as taxas de juros baixas, aumentando o apelo de investimentos que não geram rendimento. A prata subiu 37% em 2016 e está a caminho do maior ganho anual desde 2010.

O segundo melhor desempenho do índice Bloomberg World também é de uma produtora de prata. A Coeur Mining, que tem sede em Chicago, subiu 390% neste ano.

Para Hochschild, é provável que os ganhos da melhor ação do mundo já tenham ficado no passado, segundo analistas da BMO Capital Markets. Não existem "catalisadores significativos para o futuro, certamente não como a desalavancagem do balanço da empresa do início do ano", informou o banco em um relatório na semana passada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos