Bolsas

Câmbio

Novo fone wireless Buttons de Will.i.am supera AirPods da Apple

Troy Patterson

(Bloomberg) -- "Burro, burro, burro", resmungava recentemente Will.i.am, implicando consigo mesmo enquanto passava o dedão na tela do telefone. Sentado em um banco de veludo em um espaço de eventos em Manhattan, ele procurava impacientemente um vídeo específico enquanto um punhado de jornalistas assistia à cena.

"Burro, BURRO, burro", continuou o aspirante a visionário da tecnologia, constrangido por se desviar do assunto principal. O músico -- que remixou seu nome legal, William Adams, antes de ajudar a fundar o Black Eyes Peas e ganhar sete prêmios Grammy -- acabou encontrando o vídeo, uma paisagem deslumbrante filmada por um amigo ao volante de um carro autônomo.

O clipe não tinha nada a ver com o que estávamos ali para discutir, Buttons, o novo e moderno aparelho de sua empresa de tecnologia, I.am+. Mas foi um exemplo de como ele está constantemente pensando em como pode ajudar a moldar o futuro da tecnologia. E até mesmo seus planos simples para algo como Buttons (slogan: "fone Bluetooth para descolados") se relacionam diretamente com esses grandes projetos.

O que é Buttons?

O fone de ouvido é o mais recente equipamento tecnológico de Will.i.am. Cada unidade do Buttons vem com dois fones acoplados a círculos de metal. Um pouco maiores que uma moeda de US$ 0,25, os fones estão conectados entre si por um fio têxtil entrelaçado e à sua lista de reprodução por uma unidade de comando de 11 milímetros.

Eles remontam a seu único sucesso rotundo como empreendedor no campo tecnológico; Will.i.am era, com Dr. Dre e Jimmy Iovine, sócio acionário da Beats Electronics, discreto, mas influente. (Como a Fortune reparou há dois anos, "o logotipo da Beats é idêntico ao 'b' do primeiro logotipo do Black Eyed Peas".) Na verdade, além de ter lançado uma marca de fones de ouvido anteriormente, ele já lançou uma marca de fone de ouvido wireless.

Em 2016. Ele experimentou um projeto similar no segundo trimestre com o fone EPs, recebido com escárnio imediato pela imprensa de tecnologia (que cansou de rir dos fracassos de Will.i.am+) e com o desinteresse quase absoluto do público (que, quando pensa em Will.i.am e tecnologia, lembra principalmente de sua aparição feito holograma na CNN na noite da eleição de 2008 nos EUA).

Como surgiu?

"O fone que tínhamos antes, EPs, era um acessório de nosso telefone de vestir", disse ele. "Angela [Ahrendts, vice-presidente sênior de varejo da Apple] o viu e disse: 'Esse fone é um produto em si'.

Quando as pessoas sussurram algo incrível -- quando a inspiração surge --, eu levo a sério." Ele passou então a enumerar as novidades em relação à versão original que supostamente justificariam o preço do Buttons, US$ 230 -- adaptadores ajustáveis para o ouvido, maior duração da bateria, os discos magnéticos que brilham como requintados alargadores de orelha tribais.

Durante a apresentação à imprensa, ele não mencionou o atraso indefinido dos AirPods da Apple nem a reação negativa do público ao design deles -- dois fatores que provavelmente ajudarão as perspectivas comerciais do Buttons. Felizmente para Cupertino, no entanto, quatro das oito opções de cores do Buttons são exclusivas para a Apple, escolhidas para combinar com o novo iPhone 7.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos