Conteúdo publicado há 17 dias

Lula renova GLO em portos e aeroportos do RJ e SP por mais 30 dias

O presidente Lula (PT) prorrogou nesta sexta-feira (3) a atuação das Forças Armadas em portos e aeroportos no Rio de Janeiro e em São Paulo por meio de uma operação de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) por mais 30 dias, até 4 de junho de 2024.

Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, desde o início da ação, em novembro de 2023, 172,3 toneladas de drogas e um total de 282 armas foram apreendidas e mais de 3,1 mil pessoas foram presas.

"A sugestão de prorrogação da operação para o combate ao crime organizado leva em consideração a pendência de conclusão de algumas medidas e a avaliação dos bons resultados alcançados por todos os órgãos envolvidos", disse o ministério em nota.

"Na avaliação do Ministério da Justiça, o conhecimento gerado e as ações de inteligência desenvolvidas e aprimoradas representam um legado à gestão da segurança pública no país e, em especial, aos cidadãos brasileiros", acrescentou.

O decreto foi instituído no final do ano passado para apoiar as polícias estaduais na atuação nos portos do Rio de Janeiro, Itaguaí (RJ) e de Santos (SP) e nos aeroportos do Galeão, no Rio, e Guarulhos, em São Paulo, na tentativa de combater o crime organizado, em meio a uma onda de violência causada por disputas de territórios entre facções criminosas.

A GLO é um tipo de operação militar determinada exclusivamente pelo chefe do Executivo e efetivada pelas Forças Armadas a fim de preservar a ordem pública. Com a GLO, as Forças Armadas poderão fazer toda atividade de policiamento nos portos e aeroportos, disse o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, no ano passado.

Também nesta semana, o Ministério da Justiça e Segurança Pública prorrogou por mais 30 dias presença da Força Nacional no Rio de Janeiro, estendendo a permanência de cerca de 300 agentes que patrulham rodovias federais no Estado desde outubro do ano passado.

Deixe seu comentário

Só para assinantes